2ª questões

2ª questões

Universidade do Estado do Pará

Pró-Reitoria de Graduação

Centro de Ciências Sociais e Educação

Curso de Licenciatura em Ciências Sociais

Disciplina: Teoria Sociológica Contemporânea

Docente: MárioJorge Brasil Xavier

Discente: Clara Paiva Nascimento

“O consumidor não é, como a indústria cultural gostaria de fazer acreditar, o soberano, o sujeito desta indústria cultural, mas antes o seu objeto”. (IC – Adorno e Horkhimer)

  1. Disserte enfocando o texto Indústria Cultural, justificando sua resposta e evidenciando se numa perspectiva de enfrentamento ou resistência, há um processo de contra hegemonia que ocorre dentro e fora da indústria cultural, ou seja, é possível tal atitude?

Resposta:

Nas sociedades contemporâneas há uma relação intrínseca entre as manifestações culturais, as ideologias e os meios de comunicação de massas. Os meios de comunicação de massas são as principais veículos de transmissão de ideologias nas convicções filosóficas, sociais, políticas etc. de um indivíduo o grupos de comunidades e tem o papel fundamental na formação dos padrões culturais dominantes e dos diferentes modos de expressões culturais.

Ao fazer um estudo das ideias produzidas em uma sociedade que Marx problematiza dizendo que as ideologias criam uma consciência coletiva sobre as grandes massa, ou seja, a realidade material refleti em constância no aperfeiçoamento na evolução da consciência humana e da razão da realidade imaterial. Que procura demostrar que ideias representam uma realidade pensamentos e conceitos que não são frutos espontâneos da consciência humana, mas reflexos ideológicos das relações sociais dadas pelas relações de produtos dos bens matérias concretas entre os seres humanos.

Portanto, a sociedade atual, tende a demostra valores que são incumbidas e revestidas por simbolismos de discursos que integra os níveis material e simbólico e que funda uma cadeia de mediações entre o plano material da economia capitalista, o plano significacional da cultura que, relembre-se, também comporta uma materialidade constitutiva da própria expressões diretas. Para Adorno e Horkeimer, a construção criada de mentalidade da indústria cultural e imutável e essa mesma se multiplica e se consolida a mesma ideia. Claro que ela criar critérios e normas fragmentando e excluído aqueles que não participar criando uma coesão social. A indústria cultural se torna um meio de domínio entre os indivíduos criando uma consciência coletiva em trono do consumo.

“O suplício não restabelece a justiça; reativa o poder.” (VP – Foucault)

2. Discuta o desenvolvimento da punição à luz dos textos de Foucault e opine acerca do que seria um discurso que estabeleça “Corpos dóceis” nas práticas sociais contemporâneas.

Resposta:

As práticas punitivas, tentam sanciona os crime cometidos com intuito de castiga aquele que foge do padrão estabelecido socialmente e acabar se tornando uma consciência coletiva criada como consequência natural a punição com efeitos arbitrários de um poder humano sobre os demais. O castigo e proporcional a punição ao crime cometido criando-se assim o senso de justiça que determinar a liberdade ou direção da vida da pessoas que burlam as regras.

Na maioria das vezes há uma punição pra aquele indivíduo que quebra alguma norma social estabelecida por algumas instituições fiscalizadoras como o estado que media tal punição e quase todas as ações estabelecidas pelos cidadãos. A sociedade e exposta também por vários tipos de punição não só de leis mais criadas socialmente por todos os órgãos da sociedade como familiar, escola, igreja e toda instituição criada pelo ser humano, estamos expostos a julgamento por todos que compõem a sociedade. Toda ação tem uma resposta punitiva da sociedade que varia de acordo com a cultura de cada lugar mais todo ato tem uma punição, na maioria das vez nem notamos a necessidade de cada indivíduo seguir ações coletivas, que acabam sendo padrões sociais, cobradas por todos os seres humanos.

Comentários