A historia do contrabaixo eletrico

A historia do contrabaixo eletrico

A HISTÓRIA DO CONTRABAIXO ELÉTRICO

.... E dos baixistas!

VIOLA DA GAMBA

  • Desenvolvida no século XV, foi usada principalmente durante a Renascença e o Barroco.

  • Era o instrumento responsável pela parte grave das músicas (baixos)

  • É afinada de forma similar ao baixo elétrico e ao violão.

VIOLONE

Contrabaixo Acústico

  • O surgimento do contrabaixo originalmente remonta no século XV. O instrumento antigo mais famoso é o contrabaixo de três cordas de Domenico Dragonetti (1763 – 1846) feito pelo luthier Gasparo da Salò (1542 - 1609) cerca de cem anos antes.

  • Nesse período o instrumento mais comum nos grupos de câmera, no registro contrabaixo (uma oitava abaixo do registro baixo), era o violone, da família da viola da gamba, instrumento um pouco maior que o violoncelo, com seis cordas.

  • Mas a partir do século XVIII, o já mencionado contrabaixista Domenico Dragonetti, grande virtuoso, popularizou o instrumento, primeiro em Veneza e depois em outros lugares da Europa. Instrumento "híbrido" entre a família do violino e da viola da gamba teve seu destaque por ter mais projeção sonora que então podia acompanhar melhor o crescimento das orquestras no período clássico (séc.XIX).

Dos anos 20 aos 50 – as “Big Bands”

O MOMENTO:

  • Nos anos 50, era comum as “Big Bands” viajarem para apresentações em diferentes regiões dos EUA e o grande problema que os contrabaixistas da época enfrentavam era o transporte de seu instrumento, delicado (por ser feito de madeira), e com pouca projeção sonora, diante dos outros instrumentos, principalmente dos metais.

A DEMANDA

  • Os músicos precisavam de um instrumento leve, fácil de transportar e que tivesse volume para se equiparar aos outros instrumentos da banda.

  • A guitarra elétrica foi criada em 1931 sendo largamente empregada nas décadas seguintes nas tradicionais “Big Bands” de Jazz. Surge então a necessidade de se eletrificar o baixo, embora já existissem sistemas de amplificação para contrabaixo acústico, ainda que não fossem tão eficientes.

Clarence Leonidas Fender (1909 – 1991)

“LEO” FENDER

  • Foi um construtor de guitarras, fundador da Fender Electric Instrument Manufacturing Company, atualmente conhecida como Fender Musical Instruments Corporation, e posteriormente fundou a G&L Musical Products (G&L Guitars). Introduziu o baixo elétrico no mercado estadunidense.

  • Nasceu em Anaheim, Califórnia. Na sua adolescência, adorava manipular rádios. Pouco a pouco foi se interessando pelos amplificadores.

  • A idéia de uma guitarra elétrica de corpo maciço o atraía. Começou a fazer contato com músicos de country e blues, sondando a receptividade que teria seu projeto, e a princípios dos anos 40 construiu um protótipo que alugava aos músicos de sua região, chegando a ficar bastante popular. Pouco tempo depois, fundou a companhia K&F, onde dedicou-se principalmente à fabricação de guitarras elétricas e amplificadores, mas só durou até 1946, quando Leo fundou a Fender.

  • Em 1948, George Fullerton juntou-se a Fender e os dois desenharam o modelo Broadcaster de guitarra elétrica, que em pouco tempo mudou o seu nome para Telecaster. introduziu seu primeiro modelo de baixo elétrico, o Precision, em 1951, Em 1954 lançou a guitarra Stratocaster, que transformou-se num ícone da guitarra elétrica.

  • Em 1965, Fender vendeu a sua empresa à CBS por 13 milhões de dólares, quando estava com problemas de saúde. Algum tempo depois, a sua saúde melhorou e voltou à CBS/Fender durante um breve período. Abandonou a CBS em 1970 para Fundar a (Music Man) (e não a G&L Musical Instruments), a qual até hoje fabrica instrumentos semelhantes aos fenders, muitas vezes com melhoramentos dado que LEO e George Fullerton continuaram a desenhar e projetar as guitarras com enfase na qualidade. Dedicou a vida a inovação de instrumentos, amplificadores e outros. Faleceu em março de 1991.

FENDER PRECISION BASS (1951)

E COMEÇAVA UMA NOVA ERA...

  • O primeiro baixista a se apresentar com o Precision foi William "Monk" Montgomery (irmão mais velho do guitarrista virtuose Wes Montgomery) em turnês ao vivo com a banda de jazz de Lionel Hampton.7 Bill Black, que tocava baixo na banda de Elvis Presley, adotou o Fender Precision em 1957.8

ENQUANTO ISSO...

  • Outros construtores também já tinham construído ou estavam seus Contrabaixos Elétricos, como a Gibson, a Danelectro, a Rickenbacker.......

  • Mas nenhum se comparou ao sucesso de mercado que o PRECISION BASS alcançou.

OUTROS CONTRABAIXOS DA ÉPOCA:

FRETLESS BASS

  • O primeiro baixo “Fretless” (sem trastes) foi o AUB-1, construido pela AMPEG, em 1966

SURGEM OS CIRCUITOS ATIVOS

  • A fábrica ALEMBIC foi a pioneira na construção de circuitos e captadores ativos nos contrabaixos.

Contrabaixo TENOR

  • A ALEMBIC também foi pioneira, com o auxilio do contrabaixista STANLEY CLARKE, criaram o contrabaixo tenor, afinado uma quarta acima da afinação tradicional.

STANLEY CLARKE

BAIXO PICCOLO

ANTHONY JACKSON

SURGE O BAIXO DE 6...

  • Anthony Jackson juntou-se ao luthier CARL THOMPSON por volta de 1975 com o intuito de conceber um instrumento com maior extensão para o grave e para o agudo.

  • Nascia então o baixo de 6 cordas moderno.

A MODERNIDADE CHEGANDO NOS ANOS 80

  • Ned Steinberg e Phillip Kubick foram construtores de instrumentos que se destacaram nos anos 80 com projetos inovadores.

BAIXOS DIGITAIS ( MIDI )

JACO PASTORIUS

  • Jaco Pastorius de nome próprio John Francis Anthony Pastorius III (Norristown, Pensilvânia, 1 de dezembro de 1951 - Fort Lauderdale, Flórida, 21 de setembro de 1987), foi um baixista de jazz norte-americano. É considerado por muitos como um dos mais influentes baixistas de todos os tempos.

  • Sua forma de tocar o contrabaixo mudou radicalmente a evolução deste instrumento, e também foi quem popularizou o baixo fretless.

O SLAP

  • Larry Graham e Louis Johnson foram os responsáveis pelo desenvolvimento da técnica de SLAP na música popular. Embora esta técnica já tenha sido utilizada anteriormente pelo Stanley Clarke.

BAIXOS YAMAHA

  • Nathan East e Abraham Laboriel são grandes nomes do contrabaixo, com uma imensa lista de participações em discos dos mais variados gêneros e acompanhando diversos artistas. Ambos utilizam os baixos YAMAHA, sendo os primeiros a popularizarem esta marca dentre os contrabaixistas.

MARCUS MILLER

MARK KING

JOHN PATITUCCI

O BAIXO NO ROCK

O BAIXO “PÓS MODERNO”

VICTOR WOOTEN

BAIXOS MULTICORDAS

“Touch Style Basses”

Comentários