Relatório de Estagio Profissional - Mateus Manuel Chimuaza

Relatório de Estagio Profissional - Mateus Manuel Chimuaza

(Parte 1 de 2)

Erguendo Pilares para o Desenvolvimento

Curso de Engenharia Informática

Nível: 4° AnoPeríodo: Laboral Turma: Única

Cadeira: Estágio Profissional

Discente:Supervisor:
Mateus Manuel Chimuazadr. José Ricardo Chemane

RELATÓRIO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL Tete, Dezembro de 2017

Mateus Manuel Chimuaza

Relatório de Estágio, como requisito para obtenção da aprovação na Cadeira de Estágio Professional do Curso de Engenharia Informática no Instituto Superior Politécnico de Tete (ISPT), Sob Supervisão de dr. José Ricardo Chemane

Tete, Dezembro de 2017

Agradecimentos

Gostaria em primeiro lugar de agradecer à Deus, pelo dom da vida, pelas inumeráveis bênçãos e por me dar consistência em ser Estudante deste Politécnico. Em seguida aos meus Pais, por serem os seres que Deus os dotou para me trazerem ao mundo, pelo incentivo, carinho e amor.

Agradeço o Instituto Superior Politécnico de Tete (ISPT), reconhecendo assim a sua importância que muito contribuiu para a concretização do estágio e a todos docentes do Curso de Engenharia Informática em especial ao Dr. José Ricardo Chemane pelo suporte e apoio prestado. Agradecer também todos os meus colegas de turma com destaque aos colegas com a qual tive o privilégio de trabalhar durante o período de Estágio: Jorge Pulaize e Dalício Herculano, pelo companheirismo demostrado ao longo do Estagio na ADM-E.P.

Os Agradecimentos também vão a toda equipe de ADM-E.P em especial aos Técnicos do sector onde estava directamente inserido, o Técnico Salomão Pereira, o Técnico Paulo Meque e o Técnico Alberto Branco, pela confiança, apoio, disponibilidade, compreensão e enorme paciência que tiveram durante todo o período de estágio. Mesmo nos momentos mais complicados e com as falhas cometidas, o ambiente foi sempre positivo e com total apoio, sem se esquecer da Chefe da Secretaria Lídia Gero pelo apoio e concelho transmitido ao longo do estágio. Agradeço a todos colaboradores da ADM-E.P pelo acolhimento, paciência e suporte prestado durante o estágio.

A todos que directa ou indirectamente ajudaram, incentivaram e apoiaram na transição dessa nova fase da minha vida endereço o meu muito obrigado.

Resumo

O presente relatório tem por objectivo descrever as actividades desenvolvidas por Mateus Manuel Chimuaza, Estagiário do Curso de Engenharia Informática do Instituto Superior Politécnico de Tete (ISPT), referentes à Cadeira de Estágio Profissional, pertencente ao quarto nível do curso citado. Tais actividades foram desempenhadas no sector de Manutenção Electrónica da empresa Aeroportos de Moçambique – E.P (ADM-E.P) no Aeroporto Internacional de Tete.

Durante o período de estágio, o Estagiário exerceu as suas actividades nas seguintes áreas; Técnico Informático, Técnico de Hardware e Técnico de Manutenção de Sistemas, na referida empresa. Além disso, participou de forma activa e ministrou a configuração e montagem de Extensor de Alcance CPE Externo 13dBi 300Mbps 5GHz (CPE510) da TP-Link com o objectivo de expandir o sinal de internet para os demais departamento, mas concretamente na central eléctrica e Bombeiro e as demais actividades exercidas em diversos sectores nas áreas supracitadas.

Palavras-chave: Engenharia Informática. Aeroporto Internacional de Tete. Técnico Informático. TP-Link. Central Eléctrica. Bombeiros.

Abstract

The purpose of this report is to describe the activities developed by Mateus Manuel Chimuaza, Student of the Informatics Engineering Course of the Polytechnic Institute of Tete (ISPT), referring to the Professional Training Chair, belonging to the fourth level of the course. These activities were performed in the Electronic Maintenance sector of the company Aeroportos de Moçambique - E.P (ADM-E.P) at the Tete International Airport.

During the probationary period, the student exercised his activities in the following areas; Computer Technician, Hardware Technician and System Maintenance Technician, at the said company. In addition, it actively participated in and provided the configuration and assembly of TP-Link's 13dBi 300Mbps 5GHz (CPE510) External CPE Extender with the objective of expanding the Internet signal to the other departments, but specifically in the power station and Fire Department and other activities carried out in several sectors in the areas mentioned above.

Keywords: Computer Engineering. Tete International Airport. Computer Technician. TP-Link. Power Station. Fire Department.

iv

Lista de Abreviaturas

ADM – Aeroportos de Moçambique ISPT – Instituto Superior Politécnico de Tete CPE – Customer Premises Equipment CCTV – Closed Circuit Television DONA – Direcção de Operações de Navegação Aérea SICA – Serviço de Informação e Comunicações Aeronáuticas DVOR – Doppler VHF Omnidirectional Radio Range DME – Distance Measuring Equipment AIP – Aeronautical Information Publication VHF – Very High Frequency NDB – Non-Directional Beacon AIS – Aeronautical Information Service AFTN – Aeronautical Fixe Telecommunication Network SLCI – Serviço de Luta Contra Incêndio UHF – Ultra High Frequency MHz – Megahertz NOTAM – Notice to Airmen AMHS – Aeronautical Message Handling System

Agradecimentosi
Resumoi
Abstracti
Lista de Abreviaturasiv
Índicev
CAPÍTULO I – INTRODUÇÃO1
1.1. Contextualização1
1.2. Objectivos2
1.2.1. Objectivo Geral2
1.2.2. Objectivos Específicos2
CAPÍTULO I – APRESENTAÇÃO DA EMPRESA3
2.1. Histórico da Empresa3
2.2. Transformação em Empresa Pública4
2.3. Visão e Missão5
2.3.1. Visão5
2.3.2. Missão5
2.4. Navegação Aérea5
CAPÍTULO I – DESCRIÇÃO DAS ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS6
3.1. Apresentação dos Sectores da Organização6
3.2. Centro Emissor7
3.2.1. DVOR8
3.2.2. DME10
3.3. Manutenção e Reparação de Equipamentos Informáticos1
3.4. Montagem de Antena Repetidora1
3.5. Configuração e Montagem de Extensor de Alcance12
3.6. Assistência à Usuários13
CAPÍTULO IV – CONSIDERAÇÕES FINAIS14
4.1. Conclusão14
CAPÍTULO V – REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS15
5.1. Bibliografia15

Índice CAPÍTULO VI – ANEXOS .......................................................................................................................... 1 vi

Figura 1: Aeroportos Internacional de Tete (Chingodzi)3
Figura 2: Sala de Equipamentos de Manutenção Electrónica6
Figura 3: Centro Emissor (estacão do DVOR/DME)8
Figura 4: Equipamento DVOR9
Figura 5: Equipamento de DME10
Figura 6: Computador em reparação do sector de Manutenção Electrónica1
Figura 7: Montagem da Antena Repetidora na Viatura dos Bombeiros (SLCI)12

Índice de Figuras Figura 8: Configuração de Extensor de Alcance CPE Externo 13dBi 300Mbps 5GHz. ............. 13

1.1. Contextualização

O estágio profissional estabelece a ligação entre os conteúdos adquiridos ao longo do percurso académico e as actividades desenvolvidas em contexto de trabalho.

O presente relatório tem como principal objectivo descrever as actividades realizadas pelo Estagiário supracitado com duração de 3 meses, no período de 28 de Agosto a 28 de Novembro do ano de 2017, do Curso de Engenharia Informática do Instituto Superior Politécnico de Tete (ISPT), referentes à Cadeira de Estágio Profissional, pertencente ao quarto nível do curso citado. Tais actividades foram desempenhadas no sector de Manutenção Electrónica da empresa Aeroportos de Moçambique – E.P no Aeroporto Internacional de Tete.

Ao longo do relatório em causa, é feita uma breve descrição sobre a empresa Aeroportos de Moçambique – E.P, bem como do funcionamento do sector de Manutenção Electrónica assim como sectores que solicitada a responder. Além disso, são detalhadas as actividades inerentes à função de um técnico de Manutenção Electrónica e de Radio Ajuda, e também as actividades específicas exercidas pelo Estagiário durante o período de estágio. Por fim, o relatório é encerrado com uma conclusão relativa ao estágio.

1.2. Objectivos 1.2.1. Objectivo Geral

Adquirir conhecimentos e aprofundar os adquiridos durante as aulas teóricas, de modo a possibilitar a aplicação prática da teoria, permitindo assim maior assimilação dos conteúdos e aquisição de Experiencia Profissional.

1.2.2. Objectivos Específicos

Conhecer a dinâmica da Organização com o maior foco no departamento de Manutenção

Electrónica;

Compreender o funcionamento dos equipamentos em uso na Organização e como é feita a intervenção em caso de avaria;

Oferecer maior suporte, monitoramento e manutenção dos equipamentos informáticos e Sistemas utilizados na Organização.

2.1.Histórico da Empresa

A Empresa Aeroportos de Moçambique foi criada através do Decreto 10/80 de 1 de Novembro como uma Empresa Estatal, no culminar de um longo processo de reestruturação das actividades de Aviação Civil no país.

A criação da Aeroportos de Moçambique foi com o fim de integrar as actividades de exploração de infra-estruturas aeroportuárias até então cometidas aos Serviços de Aeronáutica Civil.

Figura 1: Aeroportos Internacional de Tete (Chingodzi).

Tais actividades atribuídas à Aeroportos de Moçambique, consistem especialmente em: Dirigir e controlar o tráfego aéreo;

Assegurar a partida e chegada de aeronaves; Criar condições para o embarque, desembarque e encaminhamento de passageiros, carga e correio; Planificar, executar e explorar a rede de infra-estruturas e assegurar a sua manutenção;

Promover a captação de receitas em fontes internas e externas a serem aplicadas na gestão, operação, manutenção, exploração, expansão e embelezamento das infraestruturas de navegação aérea.

No âmbito de exploração de infra-estruturas aeroportuárias, os Aeroportos de Moçambique tem sobre sua gestão cinco Aeroportos Internacionais (Maputo, Beira, Tete, Pemba e Nampula) cinco Aeródromos Principais (Lichinga, Inhambane, Chimoio, Quelimane e Vilankulo), nove Aeródromos Secundários (Angoche, Bilene, Inhaca, Lumbo, Mocímboa da Praia Ponta de Ouro, Costa do Sol, Ulongue, Songo).

Como se vê esta Empresa é das poucas Empresas Moçambicanas com uma extensão que abrange quase todo o espaço territorial do país.

2.2.Transformação em Empresa Pública

Após longos anos da sua caminhada sob a gestão directa do Estado a ADM, foi transformada de empresa Estatal para empresa Pública através do Decreto-Lei Nr. 3/98 de 10 de Fevereiro. Entrava-se assim, para uma nova era da vida da Empresa pois que com a sua transformação de Estatal para Pública conferiu-se um enquadramento de gestão empresarial às infra-estruturas aeroportuárias e de navegação aérea em moldes inovadores.

Podendo-se distinguir os aspectos inovadores da gestão empresarial, a importância e a necessidade que se reconhece à participação do capital privado na criação e reabilitação de infraestruturas. Na gestão por contracto ou por concessão parcial ou total de Aeroportos e Aeródromos, continuando a ADM a beneficiar do direito de explorar em regime de exclusividade os serviços de ordenamento e controlo do tráfego aéreo.

A empresa, tem a sua Sede na Cidade de Maputo, e emprega actualmente 834 trabalhadores.

2.3.Visão e Missão 2.3.1. Visão

Garantir uma gestão eficiente e eficaz dos Aeroportos e Serviços de navegação aérea e ser uma empresa de referência a nível interno, regional e africano.

2.3.2. Missão

Prestar serviços aeroportuários e de apoio a navegação garantindo níveis de segurança e de qualidade para a satisfação das necessidades do cliente.

2.4.Navegação Aérea

A ADM, E.P. presta o Serviço de Informação Aeronáutica aos usuários nacionais e estrangeiros. Este serviço é prestado pelo Serviço de Informação e Comunicações Aeronáuticas (SICA) através da colecta, processamento e divulgação às tripulações e outros interessados de informações necessárias a segurança, regularidade e eficiência da navegação aérea.

A informação publicada divide-se em dois tipos: De natureza estática e de natureza dinâmica.

A informação aeronáutica de natureza estática é publicada através do AIP (emendas e suplementos) e o seu processamento e publicação são feitos na Secção de Emendas ao AIP, nos Serviços de Informação e Comunicações Aeronáuticas, subordinados à Direcção de Operações de Navegação Aérea (DONA). Para que os usuários possam receber esta informação, acordos devem ser estabelecidos com a ADM, E.P. para se determinar a modalidade (troca de informação ou mediante pagamento). Os meios de distribuição são electrónico ou físico, dependendo da conveniência.

A informação de natureza dinâmica é publicada através do NOTAM e o seu processamento e publicação são feitos no NOF (Centro Internacional do NOTAM) localizado na Sala AIS do Aeroporto Internacional de Maputo. A sua distribuição é gratuita e é feita através do sistema de manuseamento de mensagens aeronáuticas (AMHS).

3.1. Apresentação dos Sectores da Organização

Numa primeira fase, o Estagiário passou por uma apresentação nos diversos sectores de instalação da Empresa nomeadamente, Administração, Despacho (AIS), Cargo, Central Eléctrica, Bombeiros (SLCI), Torre de Controlo, Centro Emissor (estacão do DVOR/DME), Salas de Embarque (Internacional e Domestica), Sala de Desembarque, Sala de Check-In, Meteorologia e o sector de Manutenção Electrónica onde direitamente estava inserido.

Figura 2: Sala de Equipamentos de Manutenção Electrónica.

Posteriormente foi submetido por uma preparação de duas semanas, com o intuito de ambientação e disponibilização de material didáctico como normas, manuais com informação sobre a empresa, sobre os equipamentos, sobre as áreas de acesso restrito e sobre os procedimentos de segurança a serem seguidos nos diferentes sectores, de modo a adquirir conhecimentos específicos do ambiente de trabalho da organização.

No acto da preparação, foram lidas as normas de trabalho, estudados os manuais técnicos e tecnológicos, complementados por leitura de manuais especializadas para o conhecimento das funcionalidades dos equipamentos. Apos a preparação foram sendo atribuídas gradualmente tarefas simples e complexas ao estagiário.

3.2.Centro Emissor

O centro emissor é um local que dista 1 km ao Aeroporto de Tete (Chingodzi), onde se encontra instalado os equipamentos DVOR (Doppler VHF Omnidirectional Radio Range) e DME (Distance Measuring Equipment), trata-se de equipamentos de auxílio à navegação aérea de curto alcance.

O centro emissor refere-se à estação de navegação por rádio combinada para aeronaves, que consiste de dois faróis de rádio , colocados em conjunto, uma Faixa VHF omnidireccional (VOR) e equipamentos de medição de distância (DME). O VOR produz um ângulo entre a estação e o receptor na aeronave, enquanto o DME faz o mesmo pelo alcance. Juntos, eles fornecem as duas medidas necessárias para produzir uma "correcção" de navegação usando um Gráfico aeronáutico.

Ao decorrer do estágio o Estagiário teve a oportunidade de frequentar o local e perceber o funcionamento de Cada equipamento no Centro Emissor e como intervir em caso de manutenção e possíveis avarias. Neste âmbito, foi possível constatar que o centro emissor (DVOR/DME) veio substituir o radiofarol não-direciona (NDB) situado na zona de Benga no Distrito de Moatize que também trata-se de um auxiliar de navegação aérea, este registrava certas falhas no funcionamento, o VOR veio responder com os problemas enfrentados no uso do NDB.

A principal diferença entre o VOR e o NDB é que o VOR possui 360 radiais, e o equipamento embarcado na aeronave pode ser ajustado para identificar essas radiais individualmente. Se um avião quiser voar para o SUL de uma estação VOR (Radial 180) é possível, pois o equipamento de rádio sabe em qual radial está e assim o voo pode ser ajustado para que esta radial seja mantida. Já o NDB não possui radiais, portanto, é possível saber para qual direção o NDB está, mas não é possível saber a sua própria posição em relação ao NDB, uma vez que você pode estar em qualquer lugar dentro do alcance do NDB.

Figura 3: Centro Emissor (estacão do DVOR/DME).

3.2.1. DVOR

DVOR (Doppler VHF Omnidirectional Radio Range) é um tipo de sistema de navegação de rádio de curto alcance para aeronaves , permitindo que as aeronaves com uma unidade de recepção determinem sua posição e permaneçam no curso recebendo sinais de rádio transmitidos por uma rede de balizas de rádio terrestre fixas . Ele usa frequências na banda de alta frequência (VHF) de 108,0 a 117,95 MHz .

O sistema de navegação faz a comunicação electronicamente usando 48 antenas espaçadas igualmente ao redor do perímetro de um círculo de 4 pés (13,4 m) de diâmetro, com uma antena no centro do círculo que irradia o suporte de referência.

(Parte 1 de 2)

Comentários