APOSTILA - Preparação - para

APOSTILA - Preparação - para

Aconstruçãodoprojetopolítico-pedagógico
daescolaexigeadefiniçãodeprincípios,
objetivos,estratégiase,acimadetudo,um
trabalhocoletivoparaasua
operacionalização.Numaperspectivacrítica
edemocrática,oprojetopolítico-pedagógico
I-melhoriadaorganizaçãopedagógica,
administrativaefinanceiradaescola,bem
comooestabelecimentodenovasrelações
I-redimensionamentodapráticapedagógica
dosprofessoreseformaçãocontinuadado
I-planejamentoacurtoprazoparadefinir
aplicaçãodemedidasemergenciaisna
escola,demodoasuperarcertas
dificuldades,detectaroutrasepropornovas
IV-asuperaçãodepráticaspedagógicas
fragmentadaseagarantiatotaldeumensino
Assinaleaopçãoemquetodasas
Aimplementaçãodoprojeto
político-pedagógicoéumadascondições
paraqueseafirmeaidentidadedaescola
comoespaçonecessárioàconstruçãodo
conhecimentoedacidadania.Sabe-sequeo
currículoéparteintegrantedesseprocessoe
devecontemplaraformaçãodeidentidade
perspectiva,ocurrículodeverátercomo
(A)promovernarrativassobreooutronuma
(B)valorizaroenfoqueprescritivoeauto
(C)organizarconteúdos,disciplinas,
(D)estabelecerpautasdecondutavisandoà
(E)privilegiarosprocessosdesubjetivação
éumprocessodeconsolidaçãoda
democraciaedaautonomiadaescola,com
vistasàconstruçãodesuaidentidade.Éuma
açãointencional,comumcompromisso
definidocoletivamente,querefletea
realidade,buscaasuperaçãodopresentee
apontaaspossibilidadesparaofuturo.O
projetopolítico-pedagógicoéumdocumento
quenãosereduzàdimensão
didático-pedagógica.Nessetexto,oprojeto
(A)instrumentolegitimadordasações
(B)desenvolvimentodeaçõesespontâneas
(C)definiçãodeprincípiosediretrizesque
(D)incorporaçãodemúltiplasteorias
(E)implementaçãodeestrutura
organizacionalvisandoàadministração
OProjetoPolítico-Pedagógico(P)
relaciona-seàorganizaçãodotrabalho
pedagógicodaescola,indicandouma
direção,explicitandoosfundamentos
teórico-metodológicos,osobjetivos,otipode
organizaçãoeasformasdeimplementaçãoe
VEIGA,I.P.A.;RESENDE,L.M.G.(Org.)
Escola:espaçodoProjeto
Político-Pedagógico.4.ed.Campinas-SP:
ConsiderandoaelaboraçãodoPPP,avalie
I.OPPPconstitui-seemprocesso
participativodedecisõesparainstauraruma
formadeorganizaçãodotrabalho
pedagógicoquedesveleosconflitoseas
I.AdiscussãodoPPPexigeumareflexão
acercadaconcepçãodeeducaçãoesua
relaçãocomasociedadeeaescola,oque
I.AconstruçãodoPPPrequero
convencimentodosprofessores,daequipe
escolaredosfuncionáriosparatrabalharem
emproldoplanoestabelecidopelagestão
Oprojetopolítico-pedagógicodeumaescola
nãoéumaformalidade,masumguiade
trabalhoparatodososenvolvidosna
dinâmicainstitucional.Nestaperspectiva,e,m
relaçãoaoprojeto,étarefadaequipe
a)Enviá-loaosórgãoscompetentes,após
suaelaboração,afimderegularizara
b)Desenvolverprocessosde
acompanhamentoeavaliaçãoatravésde
análisedeinformaçõesrelativasàsações
c)Especializar-senaredaçãodeprojetose
regimentos,afimdeprescindirdoauxíliode
d)Redigiroprojetoereproduzi-loparatodos
osprofissionaisdaescola,paraquese
tornando-seaconsciênciacríticaeideológica

e)Zelarpelocumprimentodoplano, da instituição.

OProjetoPolítico-Pedagógicoéum
representaoideáriodeumainstituiçãode
ensino,tendocomocaracterísticaa
participaçãocoletiva.AconstruçãodoProjeto
(A)privilegiarosprocessosdesubjetivação
(B)seguirasorientaçõesdasSecretariasde
EducaçãonaelaboraçãodoRegimento
(C)incluiraparticipaçãodetodosossujeitos
daescolanasetapasdeelaboração,
(D)privilegiaraparticipaçãodos
coordenadoreseprofessoresemdetrimento
daparticipaçãodosdemaismembrosda
(E)seguirasdeterminaçõesdoRegimento
AUnidadeEscolar,comopromotorada
significativos,fazaorganizaçãocurricularem
seuProjetoPolíticoPedagógico,levandoem
consideraçãodiferentessaberesdos
contextosecológico,demo-gráfico,sociale
cultural.Comessaarticulação,oprocesso
“Asinovações(pedagógicas)nãotêm
hipótesesdesucessoseosatoresnãosão
chamadosaaceitaressasinovaçõesenão
seenvolvemnasuaprópriaconstrução.”
ALENCASTRO,IlmaPassos.Inovaçõese
projetopolítico-pedagógico:umarelação
regulatóriaouemancipatória?Cadernos
Cedes,v.23,n.61,p.267.Naperspectivada
citaçãoacima,oProjetoPolítico-Pedagógico
Estabelecidopelaatuallegislaçãobrasileira,
oProjetoPolítico-Pedagógicodeve
contemplaraquestãodaqualidadede
ensino,emtodasassuasdimensões,
ordenandoinstitucionalmenteotrabalho
especificidades,níveisemodalidades.Nesse
a)compõe-se,exclusivamente,dosplanosde
ensinodasdisciplinasedoplanejamento
anualdasatividadesaseremdesenvolvidas
b)constituiapropostadetrabalhodaescola,
cujaelaboraçãocompete,exclusivamente,ao
c)defineanualmenteosníveiseas
modalidadesdeensinoaseremoferecidos
pelaescolaeaabrangênciadaclientela
todososagentesdoprocessoeducativo:
e)estabeleceasformascomo,
autonomamente,aescolaeseusprofessores
semanifestarãofrenteadecisões
Acompanhandoastransformaçõesocorridas
nocenáriomundial,oEstadobrasileiro,
desdeosanosde1990,temtomadomedidas
deordemlegalobjetivandoaatualizaçãodas
políticaseducacionaisafimdepossibilitar
mudançasnarealidadedoensinonacional
Dentreessasmedidas,tem-seo
estabelecimentodeDiretrizesCurriculares
NacionaisGeraisparaaEducaçãoBásica,
(A)estimularareflexãocríticados
participantesdosprocessosdeformulação,
execuçãoeavaliaçãodoprojeto
político-pedagógicodasescolasdeeducação
(B)superaranecessidadedeconstruçãode
competênciasehabilidadesprópriasà
formaçãohumanaecidadãdosestudantes
(C)proporcionaraosalunosdeescolasda
educaçãobá-sicaaqualificaçãoparao
trabalhoeparaoexercíciodacidadaniapor
(D)incentivaraparticipaçãodevoluntários
nasatividadesdocentesdasescolasde
educaçãobásica,semexigênciasde
(E)promoverodesenvolvimentocognitivoe,
quandopossível,opsíquicoeosocialdos
alunosdeescolasdeeducaçãobásica,
OmodelopedagógicodifundidoporPaulo
SobreaEducaçãoeaEscolanoBrasil,
Savianiidentificaquatrograndes
concepçõesnaorganização,orientaçãoe
funcionamentodaescola.Assinalea
a)concepçãohumanista,tradicional,
b)concepçãopositivista,humanista,moderna,
c)concepçãohumanista,moderna,analítica,
d)concepçãohumanista,cognitivista,
e)concepçãohumanista,tradicional,
Apráticadoprofessorestáfocadana
realizaçãopessoaldoalunoatravésdeseu
próprioesforço,cujosconteúdossão
reconstruçãoouquestionamentos.A
aprendizagemsedadeformareceptiva,
automática,propiciandoamemorização
AssimpodemosAFIRMARqueesta
A)TendênciaPedagógicaRenovada

QUESTÃO 3 acumuladoshistoricamentesem tendência é: Progressista.

B)TendênciaPedagógicaProgressista
C)TendênciaPedagógicaProgressista
D)TendênciaPedagógicaRenovadanão
Entreaspráticaspedagógicas
A)tecnicista,tradicionalecrítico-socialdos
D)libertadora,libertáriaecrítico-socialdos
OMovimentodosPioneirosdaEducação
Renovadatambémpodeserchamadode
DeacordocomSaviani(1983),quala
identificaçãoCORRETAdaabordagemda
açãopedagógicacentradanoprocessoe
Natendênciatradicional,aPedagogia
a)subordinaraeducaçãoàsociedade,tendo
comofunçãoapreparaçãoderecursos
b)valorizaraautoeducação,aexperiência
diretasobreomeiopelaatividadeeoensino
c)acentuaroensinohumanístico,decultura
geral,atravésdoqualoalunodeveatingir
peloseupróprioesforço,suaplena
d)consideraraeducaçãoumprocesso
interno,quepartedasnecessidadesedos
e)focarnoaprenderaaprender,ouseja,é
maisimportanteoprocessodeaquisiçãodo
.Aaprendizagem,deacordocoma
concepçãopedagógicaliberalrenovadora
a)consisteemmodificaraspercepçõesda
b)baseia-senamotivaçãoenaestimulação
d)priorizaaresoluçãodesituações-problema
e)ocorreapartirdainteraçãosocial,da
Confrontaraexperiênciadoalunocomo
sabersistematizadoconstituimétodode
Considerandoatendênciapedagógica
a)Otecnicismoeducacionalganhou
autonomiaenquantotendênciapedagógica
nosanos60,inspiradanateoriabehaviorista
daaprendizagemenaabordagemsistêmica
b)Atendênciatecnicistaestáinteressadana
racionalizaçãodoensino,nousodemeiose
técnicasmaiseficazes,prevalecendoousode
c)Oslivrosdidáticosutilizadosnasescolas
queadotamessatendênciasãoelaborados
d)Atendênciatecnicistafoiimpostaàs
escolaspelosórgãosoficiaisdogoverno
populista,porsercompatívelcoma
orientaçãoeconômica,políticaeideológica
e)Notecnicismo,oprofessoréum
administradoreexecutordoplanejamento,
queéorganizadocomobjetivos,conteúdos,

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

Marque(V),seaassertivaforverdadeira,ou
(F),seaassertivaforfalsa.Acercada
organizaçãodotrabalhopedagógico,aopção
porummodelodegestãoparticipativatempor
objetivosamelhoriadaqualidadepedagógica
doprocessoeducacional,abuscademaior
sentidoderealidadeeatualidadeparao
currículoescolareoaumentodo
Osistemaeducacionalbrasileiroaindanão
semodificouosuficienteparaatenderàs
especificidadesenecessidadeseducativas
dosalunoscomdeficiênciasgraves.Em
virtudedisso,oReferencialCurricular
Nacional(1998)easEstratégiase
Orientaçõesparaaeducaçãodecriançascom
NEErecomendamotrabalhoconjunto,a
parceriaeapoiodosserviçosespecializados
paraavaliação,atendimentoàsnecessidades
especificaseorientaçãoparaadaptaçõese
complementaçõescurriculares,visandoao
a)Aocurrículodesenvolvidonaescola
b)Aocurrículodesenvolvidonaescola
e)Aintegraçãocurricularentreatendimento
.Marque(V),seaassertivaforverdadeira,ou
escolar,otermoplanejamentoéempregado
estritamenteemreferênciaaações
administrativas,nãoabrangendoas
Marque(V),seaassertivaforverdadeira,ou
(F),seaassertivaforfalsa.Currículos
elaboradoscombasenoprincípiodequea
devemcontemplaraaprendizagemde
conteúdosimportantesparaassegurara
inserçãodoeducandonomercadode
SegundoZabalza,ocurrículoaparececomo
oitinerárioformativodeumaetapaescolarna
qualcaminhamjuntososobjetivosda
educação.Noqueserefereàscompetências
lógico-formais,acriançadeveenvolver-se
I.Sabervincularsuaproduçãovisualcomas
operaçõesdeclassificar,dividir,sequenciare
captarascorrelaçõesexistentesentre
I.Produzirintuiçõesespaciaismúltiplas,
reconhecendoocampodascategorias
I.Diantedeobjetosnaturaisouartificiais
realizarintuiçõeslógicascomoclassificação,
“Éaredefiniçãodosentidodosconteúdosde
ensino,demodoaatribuirsentidopráticoaos
saberesescolares,abandonandoa
preeminênciadossaberesdisciplinarespara
secentraremcompetênciassupostamente
verificáveisemsituaçõesetarefas
SegundoaLDB(Leino9394/96),os
currículosdoensinofundamentalemédio
devemterumabasenacionalcomum,aser
complementada,emcadasistemadeensinoe
(A)obrigatória,desenvolvidapeloestudoda
(B)diversificada,exigidapelascaracterísticas
regionaiselocaisdasociedade,dacultura,da
(C)facultativa,asseguradapeloensino
religioso,visandoàformaçãoespiritualdo
(D)transversal,demandadapelaintegração
dasdisciplinasdabasecomumdocurrículoe
asdiversidadessocioculturaisdas
(E)específica,oferecidapeloconhecimento
domundofísicoenaturaledarealidadesocial
Oscurrículosdoensinofundamentalemédio
devemterumabasenacionalcomum,aser
(A)Peloensinodaarte,componentecurricular
(B)Pelaeducaçãofísica,componentedo
ensinofundamental,exclusivamente.(C)Pela
partediversificada,incluídaobrigatoriamente
(D)Emcadasistemadeensinoe
estabelecimentoescolar,porumaparte
Tendocomobaseadefiniçãodecurrículo
oculto,amplamentedifundidaentreos
teóricosdaeducação,pode-seafirmarque,o
(A)conteúdosculturaisapresentadosaos
alunosdecadasériesobopontodevistade
(B)conhecimentossistematizadosdeforma
(C)conteúdosprogramáticosoriundosdos
(D)fatosefenômenosdaciênciaeda
(E)atitudes,comportamentos,valorese
Éoconceitoquedesignaumprograma
educativocentradonadefesadadiversidade
culturalequetemcomofinalidadeo
Aavaliaçãodaaprendizageméumasituação
complexa.Paraseprepararumaavaliação,é
necessárioqueoprofessortenhadomíniodos
conteúdos,habilidadeparacontextualizar
essesconteúdos,utilizelinguagensque
tornemaprovaclaraeprecisa,eestabeleça
critériosadequados.BenjaminBloom
desenvolveuumaclassificaçãoqueficou
conhecidacomoaTaxionomiadeBloom.O
autorescolheucomocritérioacomplexidade
dasoperaçõesmentaisnecessáriaspara
alcançardeterminadosobjetivosnoprocesso
deaprendizagem.Osobjetivos,nataxionomia
deBloomsãodispostosemdiferentesníveis,
conformeaconstruçãodoconhecimento.A
ordemcrescentedecomplexidadedos
aplicação,análise,síntese,julgamento
compreensão,análise,síntese,julgamento
C)(re)conhecimento,compreensão,análise,

objetivos é: A)(re)conhecimento,compreensão, (avaliação); B)(re)conhecimento,aplicação, (avaliação); síntese, aplicação, julgamento (avaliação);

aplicação,análise,julgamento(avaliação),
aplicação,síntese,julgamento(avaliação),

D)(re)conhecimento,compreensão, síntese; E)(re)conhecimento,compreensão, análise.

Sobreaavaliaçãodaaprendizagem,marque
VparaasafirmativasverdadeiraseFparaas
()Podemosafirmarqueprovaescrita,
relatóriossãoexemplosdeinstrumentosde
()Aavaliaçãonocontextoatualdevepriorizar
anotaemdetrimentodaqualidadedo
()Aavaliaçãotemdiversasfunções.Algumas
delassão:facilitarodiagnóstico,interpretaros
()Aavaliaçãoéumaatividadequeinforma
tantoduranteodesenvolvimentodoprocesso
quantonofinaldoprocesso(avaliação
()Aavaliaçãoéumritualaserviçoda
manutençãodaordemedadisciplinaemsala
Aavaliaçãodaaprendizageméumprocesso
contínuo,visandoacorreçãodaspossíveis
distorçõesarealizarencaminhamentos
pertinentesparaalcançarosobjetivos
previstosnoplanodeensino,oqualdeveser
elaboradodeformaparticipativaecomo
apoiodopedagogo.Essaavaliaçãosedápor
meiodeinstrumentosquepossuamuma
correspondênciacomanaturezadosobjetivos
deensino.Paraaaquisiçãodeobjetivos
A)tempestadecerebral,provaspráticas,
B)dramatizações,painelintegrado,
C)seminários,dramatizações,GVGOe
D)trabalhosemgrupo,dramatizações,GVGO
E)provadissertativa,provadeteste(objetiva),
chamadaoral,exercícios,trabalhos,solução
decasos,conformeasérieemqueoalunose
“Asquestõeseconsideraçõessobrea
avaliaçãodaaprendizagempretendem,
justamente,delinearumainvestigaçãoque
julgonecessária.Umarelaçãoqueaindanão
perceboemsuatotalcomplexidade,masque
serefereessencialmenteaodescréditoque
seestabelecequantoaumaperspectivade
avaliaçãomediadoradevidoàpostura
conservadoradoseducadores”(HOFFMANN,
Apartirdaabordagemdaautora,podemos
considerarqueaavaliaçãomediadoradiz
a)oerroéfecundoepositivo,umelemento
fundamentalàproduçãodeconhecimento
b)aopçãoepistemológicaestáemcorrigirou
refletirsobreatarefadoaluno;corrigirpara
c)acorreçãodaproduçãodeconhecimento
doalunoolevaàsuperaçãodadificuldade,ao
d)oalunoéconsideradoumreceptorpassivo
dosconteúdosqueodocentesistematiza;
suasfalhas,seusargumentosincompletose
inconsistentesnãosãoconsideradossenão
algoindesejáveledignodeumdadode
Oscursosdeensinoprofissionaldenível
técnicopressupõemodesenvolvimentode
conteúdostécnicos,realizadosemaulasprá-
ticaselaboratórios.Aavaliaçãoda
aprendizagemnessesambien-tesdeve-se
a)constataçãodeaptidõesmanuaisparaas
b)observaçãodehabilidades,hábitosde
d)aproveitamentodecompetênciastécnicas
SegundoMoretto(2005)“...nãoéacabando
comaprovaescritaouoralquemelhoraremos
oprocessodeavaliaçãodaaprendizagem,
masressignificandooinstrumentoe
elaborando-odentrodeumanovaperspectiva
pedagógica”.Combasenessepressuposto,o
autornosindicaqueaoperacionalizaçãode
umaaulacomsucessoeaconsequente
eficáciaeeficiênciadecomoavaliarsedá
I.oprofessoratingeosobjetivosdeensinar
oportunizandoaprendizagenssignificativasde
I.aoestabelecerseusobjetivoseestratégias
deensino,oprofessorsaibaoquedeseja
I.aodeterminarqueconteúdodesenvolver,o
professorleveemcontaacapacidadedo
alunodeestabelecerrelaçãoentreoconteúdo
ensinado,asnecessidadesdeseudiaadiae
IV.oconteúdoselecionadolevaemcontaum
critérioessencialmenteacadêmico,desfocado
dasrepresentaçõestrazidaspeloalunoede
seucontextosocialepolítico.Estãocorretas
Adefiniçãoclaraeprecisadosobjetivosde
ensinoéetapapreparatóriaparaarealização
doprocessodaavaliaçãodaaprendizagem.É
fundamentalqueseafirmequeoprofessor
ensinaparaqueoalunoaprenda.Aoavaliar,
portanto,dentrodessaconcepção,deve-se
I.existemconhecimentosquesão
fundamentaiseprecisamseravaliadospara
I.nemtudoqueéproposto,estudadoe
I.quandoaavaliaçãoévistameramente
comoumeventorelaciona-secomoprocesso
deconstruçãodeconhecimentosunicamente
IV.existemassuntosquenãoseconstituem
empilaresfundamentaisnaestrutura
Aavaliaçãodaaprendizagemprecisaser
coerentecomaformadeensinar.São
princípiosquesustentamaconcepçãode
I.Osindicadores(palavras,gestos,figuras,
textos)sãointerpretadospeloprofessore
essainterpretaçãocorrespondefielmenteao
I.Aaprendizageméumprocessointeriorao
aluno,aoqualtemosacessopormeiode
I.Oconhecimentoéumconjuntoderelações
estabelecidasentreoscomponentesdeum
significativamenteéestáveleestruturado
AobraproduzidaporLibâneo(1985)parteda
reflexãosobreumartigopublicadoporSaviani
em1981eapresentaastendências
pedagógicasquetêmsefirmadonasescolas
pelapráticadosprofessores,apontandodois
gruposdepedagogiasqueseaproximam
entresi:apedagogialiberaleapedagogia
progressista.Nessesdoisconjuntosde
pedagogias,aavaliaçãodaaprendizagem
escolarérealizadasegundooquepropõe
cadapedagogia.Considerandoaavaliação
numavisãoliberaleaavaliaçãonumavisão
progressista,assinaleaalternativaquese
A)Napedagogialibertadora,fundamentadae
representadapelopensamentoeprática
pedagógicadoeducadorPauloFreire,a
atentaaosmodosdesuperaçãodo
autoritarismoeaoestabelecimentoda
B)Nummodeloliberaldesociedade,aprática
deavaliaçãoteráde,obrigatoriamente,ser
C)Numprocessodeavaliaçãocomfunção
diagnóstica,baseadanumavisão
progressista,énecessáriooestabelecimento
deumaescaladevaloresquepermitiráum
comparativododesempenhodosalunoseo
D)Comafunçãoclassificatória(visãoliberal),
aavaliaçãoconstitui-senuminstrumento
estáticodoprocessodecrescimento;coma
funçãodiagnóstica,elaconstitui-senum
momentodialéticodoprocessode
E)Paraaspedagogiaslibertadorasa
avaliaçãotemafinalidadedeconstruçãode
posturacooperativaentreaspessoas
envolvidasnoprocessoeducativo,o
desenvolvimentodaconsciênciacríticae
Aavaliaçãodaaprendizageméuma
atividadeinerenteaoprocessoeducativoe
nãopodeserpraticadaisoladamente,sobo
riscodeperderasuadimensãopedagógica
Assim,afimdecumprirasuadimensão
pedagógica,aavaliaçãoapresenta
modalidadesqueestãointimamente
relacionadasàssuasfinalidades.Sãotrêsas
modalidadespresentesnosprocessosde
ensinoedeaprendizagem:Diagnóstica,
FormativaouSomativa.Ocritérioque
distingue,basicamente,umadaoutraéo
lugarqueaavaliaçãoocupaemrelaçãoà
açãodocente.Analiseasafirmativase
assinaleVparaasVERDADEIRASeFpara
()AAvaliaçãoFormativaéutilizadaparauma
apresentaçãofinalsobreoqueoalunopode
()AAvaliaçãoSomativaéutilizadaaolongo
doprocessopedagógicopara
()AAvaliaçãoDiagnósticalevaaprocessos
deexclusãoeclassificaçãonofinaldecada
unidadedeensinoemqueseorganizao
()AAvaliaçãoFormativaauxiliaoprofessor
naregulaçãodosprocessosdeensinoede
aprendizagens,informandooquedeveser
()AAvaliaçãoDiagnósticaprecedeaação,
identificandocaracterísticasdoalunoe
AsequênciaCORRETA,decimaparabaixo,

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

NapsicogenéticadeHenriWalon,a
dimensãoafetivaocupalugarcentral,tantodo
pontodevistadaconstruçãodapessoa
quantodoconhecimento.Ambosseiniciam
numperíodoqueseestendeaolongodo
primeiroanodevidaequeoautordenomina
(1992),aafetividadenãoéapenasumadas
dimensõesdapessoa,elapreponderaem
umafasedodesenvolvimento.ParaWallon,
emqualmomentododesenvolvimento
humanoaafetividadeprevaleceemrelaçãoà
(A)Nafaseadulta,quandoapessoa
necessitausaraafetividadeparatomar
(B)Noseumomentoinicial,logoqueo
indivíduosaidavidapuramenteorgânica,e
(C)Noiníciodaadolescência,quandoo
sujeitoutilizaaafetividadecomoinstrumento
(D)Naetapaemque,jáidoso,oindivíduo
passaausarmaisafetividaderecordando
(E)Nafasefinaldainfância,quandoacriança
usadaafetividadeparaconseguiratençãode
–paraWallon,“aconsciênciaafetivaéa
formapelaqualopsiquismoemergedavida
orgânica:correspondeàsuaprimeira
manifestação.Pelovínculoimediatoque
instauracomoambientesocial,elagaranteo
acessoaouniversosimbólicodacultura,
elaboradoeacumuladopeloshomensao
–apartirdadiferenciaçãoentreafetividadee
inteligência,“ahistóriadaconstruçãoda
pessoaseráconstituídaporumasucessão
pendulardemomentosdominantemente
afetivosoudominantementeCognitivos,não
SegundoFiorin(2006),paraBakhtin,“a
subjetividadeéconstituídapeloconjuntode
relaçõessociaisdequeparticipaosujeito.(...)
Oprincípiogeraldoagiréqueosujeitoage
emrelaçãoaosoutros;oindivíduoseconstitui
emrelaçãoaooutro”.Graçasaestudos,como
osmencionadosacima,podemosentendero
(A)resultado,sempreprovisório,dasrelações
afetivasqueseoriginamnaprimeirainfânciae
quetendemadesaparecercomosurgimento
(B)maturidadeemocionalproduzidapelo
desenvolvimentodainteligênciaemsituações
(C)capacidadedeestabelecerrelações
lógico-formais,desenvolvidapelasrelações
afetivasnaprimeirainfânciaepelaescolaa
(D)síntesedasrelaçõessociaisnafamília,na
escolaenoscontextossociaismaisamplos
(E)síntesedasrelaçõesentrecogniçãoe
afeto,nocontextodasrelaçõesdosindivíduos
Emumareuniãopedagógica,osdocentesda
EEEFM“GovernadorSebastiãoMendonça”
discutiamalgumasatividadesdesenvolvidas
poralunosdo5.ºanodoensinofundamental
Nocalordadiscussão,aprofessoraTeresa
CristinateceucríticasaPiaget,dizendoque
estepensador,emboradevalor,desprezarao
papeldosfatoressociaisnodesenvolvimento
humano.PedroPaulo,umdoscolegasque
leraaobraPiaget,Vygotsky,Wallon:teorias
psicogenéticasemdiscussão(LaTaille;
(A)Piagetcostumasercriticadopor
“desprezar”opapeldosfatoressociaisno
desenvolvimentohumano.Nadamaisinjusto,
poistaldesprezonuncaexistiu.Omáximo
quesepodedizeréquePiagetnãosedeteve
longamentesobreaquestão,tendoapenas
situadoasinfluênciasedeterminaçõesda
interaçãosocialsobreodesenvolvimentoda
(B)LaTailleafirmaquePiagetemnenhum
momentoomitiudesuateoriaosfatores
sociais,muitopelocontrário,elesestão
presentesemtodaasuaobra,poisele
acreditavaquetodasasrelaçõessociaissão
semprefavorecedorasdodesenvolvimento
JeanPiagetnãosomenteeraadeptocomo
(C)paraPiaget,ohomemnãoésocialda
mesmamaneiraaosseismesesouaosvinte
anosdeidade.Asocializaçãoefetivada
inteligênciasóteminícioporvoltadosdoze
anos,quandoacriançaestánoestágio
operatórioformal.Nosestágiosanteriores,a
inteligênciaéessencialmenteindividual,não
(D)nateoriapiagetiana,acooperaçãoéotipo
derelaçãointerindividualquerepresentao
maisbaixoníveldesocialização;éelaa
responsávelpelodesenvolvimentoinfantil.A
cooperaçãonecessáriaaesse
desenvolvimentotemseuinícionasrelações
entrecriançaspequenas,daíaimportânciade
(E)paraLaTaille,opostuladodeWallonde
queohomemé“geneticamentesocial”
(impossíveldeserpensadoforadocontexto
dasociedade),nãoéválidoparaateoriade
Piaget,poisparaeste,desdeonascimento,o
exclusivamente,dainteraçãoentreosujeitoe
CombasenaTeoriaPiagetiana,relacioneos
conceitosdaprimeiracolunadeacordocom
asdefiniçõesapresentadasnasegunda
()Éaunidadeestruturalbásicade
pensamentoeação.Éusadoparaprocessar
eidentificaraentradadeestímulos.É
processosdeassimilaçãoeacomodação
Refere-seaoscomportamentospossíveisà
()Éumdoscomponentesdo
desenvolvimentocognitivo.Sãomaneirasde
organizaçãodopensamento.Sãosistemasde
esquemasqueserelacionameseconservam
buscandooequilíbrio.Éo‘órgão’queo
indivíduopossuiparaserelacionarcomo
ambiente.Asmudançasconsistemno
()Éummeioparacompreenderoprocesso
dedesenvolvimentodoserhumano.São
formasdeinteragircomoambientequetêm
diferentesformasdeorganizaçãomentalede
diferentesestruturascognitivas.Éum
instrumentometodológico,declassificação,
quedescreveodesenvolvimentodo
espéciesdesistematizarseusprocessosem
sistemascoerentes.Senãofosseessa
característica,acadadesequilíbrioosistema
()Éaessênciadofuncionamentobiológicoe
dofuncionamentointelectual.Todosos
organismosvivospossuemeocorrepormeio
()Éumprocessocognitivoemqueosujeito
integraumnovodadoaosesquemasjá
existentesdemodoaincorporá-loàestrutura
existentedosistemaequeexplicao
()Éavariaçãodeumesquema,acriaçãode
novosesquemasouamodificaçãodevelhos
esquemas,equeexplicamodesenvolvimento
()Éumdosconceitosmaisfundamentaisda
teoriaqueexplicaomododefuncionamento
intelectualequeconstituinossaherança
biológicageralepermanececonstante
Comrelaçãoaosestágios(ouestádios)de
desenvolvimento,deacordocomaTeoria
Piagetiana,assinaleVparaassentenças
()Osestágiosdodesenvolvimentosãouma
maneiradeexplicaraorganizaçãomentale
asidadescronológicassãonorteadoras
referindo-seàsidadesmaisprováveisemque
acriançaapresentaoscomportamentos
()Aordemdesucessãodosestágiosé
constante,emboraacriançapossaomitirou
pularqualquerumdosestágiosdependendo
()Oconceitode‘estágio’explicaaformade
organizaçãointelectualepodeser
compreendidocomoumaescadaemque
cadavezqueosujeitoatingeumdegrau
superior,ouseja,umaestruturamais
complexa,deixaaestruturamenoscomplexa
()Oestágiosensório-motorcaracteriza-se
pelafaltadafunçãosimbólicaeporissonão
sepodeconsiderarquehajainteligência
()Oestágiopré-operatórioteminíciocomas
primeirassimbolizaçõesrudimentaresque
aparecemnofinaldoperíodosensório-motor,
ouseja,hárepresentaçãoeporissoo
pensamentonãoestámaispresoaoseventos
()Opensamentopré-operatóriopraticamente
nãopodeserconsideradoumpensamento
‘bom’pelascaracterísticasqueeleapresenta
equeimpedemqueessesejaum
()Noperíodooperatórioconcreto,os
processosmentaisdacriançatornam-se
lógicos,ouseja,acriançatememseu
controleumsistemacognitivocoerentee
integradocomoqualorganizaeageno
()Asoperaçõesformaisconstituemoápice
dodesenvolvimentointelectual;oestadofinal
deequilíbrioparaoqualaevoluçãointelectual
vinha-sedirigindodesdeonascimentoe,após
esteestágio,nãohámaismudançaqualitativa
nasestruturasesimmudançasquantitativas
Comrelaçãoàconstruçãodonúmerona
perspectivaPiagetiana,leiaasafirmativas
I.Onúmeronãoéempíricopornatureza,a
criançaoconstróiatravésdaabstração
reflexivapelasuaprópriaaçãomentalde
colocarcoisasemrelação;oconceitode
númeronãopodeserensinado,poisacriança
oconstróiporsimesma,pelasuacapacidade
depensar;aadiçãonãoprecisaserensinada,
postoqueaprópriaconstruçãodonúmero
envolvearepetidaadiçãodeste.Cadacriança
constróionúmerocriandoecoordenando
I.Oobjetivodamatemáticaéaprimoraro
raciocíniodascrianças,tornando-asmais
capazesderefletirsobresuarealidade.A
construçãodonúmeroacontecegradualmente
porpartesaoinvésdetudodeumavez,oque
levaanosparaserconstruído.Aconservação,
classificaçãoeseriaçãosãonecessáriasà
construçãodanoçãodenúmeropelacriança,
sendoqueessasestruturasbemtrabalhadas
napré-escolapossibilitarãoàcriançadispor
deinstrumentosintelectuaispara
compreenderoconceitonuméricoeas
operaçõescomoadição,subtração,divisãoe
I.Onúmeroéumarelaçãocriada
mentalmentepeloindivíduo.Acriança
constituionúmeroemfunçãodasua
sucessãonatural,eessaconstruçãoocorre
juntocomasoperaçõesdalógicade
classificaçãoeseriação,ouseja,onúmero
operatórioéasíntesededuasentidades
lógicas:dainclusãodeclasseedaordem
serial,queacriançaelaboraporabstração
reflexiva.Aconstruçãodonúmerotambém
estárelacionadaaosprincípiosda
conservação,queéumacondiçãonecessária
detodaatividaderacional,inclusivedo
IV.Piagetestavamuitomaisinteressado
naquiloquepoderíamoschamardeprontidão
paranúmerosdoquenasrealizações
aritméticascomotais.Seuobjetivofoiode
investigarediagnosticaraevoluçãode
capacidadesrelacionadasànoçãonumérica
muitomaissutisebásicasdoqueaquelas
envolvidasnasconhecidasoperações
Asreflexõesteóricassobreoprocesso
ensino-aprendizagempermitemidentificaro
movimentodeideiasdediferentescorrentes
acercadessaproblemática.Sobreesse
assuntoedeacordocomateorizaçãode
I.Ascontribuiçõesdateoriaconstrutivistade
Piaget,sobreaconstruçãodoconhecimentoe
osmecanismosdeinfluênciaeducativa,têm
chamadoaatençãoparaosprocessossociais
ecoletivos,quetêmlugaremumcontexto
exclusivamentefocadonoâmbitointerpessoal
equeprocuramanalisarcomoosalunos
aprendem,estabelecendoumaestreita
relaçãocomosprocessosdeensinoemque
I.SegundoPiaget,opensamentoéabase
emqueseassentaaaprendizagem,éomodo
peloqualainteligênciasemanifesta,ea
inteligênciaéfenômenobiológico
condicionadopelabaseneurônicadocérebro
doorganismo.Ainteligênciadesenvolveuma
estruturaeumfuncionamento,sendoa
estrutura,deacordocomoautor,fixae
I.Piagetdestacouaimportânciadeuma
hierarquiadetiposdeaprendizagemquevão
desdeasimplesassociaçãodeestímulosà
complexidadedasoluçãodeproblemas.Para
esteautor,aclassificaçãodetiposde
aprendizagemindicaanecessidadede
IV.Todaaprendizagemprecisaser
significativaparaoaluno,deformanão
mecanizada,edeveestarrelacionadacomos
conhecimentos,experiências,vivênciasdo
aluno.Todaaprendizagemépessoal,precisa
visarobjetivosrealísticos,necessitaser
processocontínuoeestarembasadaemum
bomrelacionamentoentreoselementosdo
processo(aluno,professor,colegas).É
ParaPiaget,ojuízomoral,assimcomoo
desenvolvimento,épermeadoporfases
distintasediretamenteligadoaomodopelo
qualosujeitorelaciona-secomasoutras
pessoas.Naheteronomia,quevaidos6até
10/11anosdeidade,acriançainternalizaas
regras,tomaconsciênciadelas,poisjápode
separarfísicodepsíquico.Aisso,Piaget
denominarealismomoral.Assinalea
alternativaqueapresentaexemplode
(A)Areciprocidade,poisanoçãodejustiça
superaafasedoestritoigualitarismopara
basear-senaequidade.Oscastigos
convertem-se,assim,emalgomotivado,não
(B)Acriançanãosegueregrascoletivas
Quandosedeparacomcriançasdessaidade,
percebe-seoquesechamademonólogo
coletivo,poisestasestãonafasede
(C)Acriançapassaatomardecisõesporsi
mesma,analisandoecompreendendoas
(D)Acriançapreferebrincadeirasindividuais,
analisaasregrasdecunhouniversalepassa
asegui-las,tomandodecisõesporsimesma,
(E)Aconsideraçãodaresponsabilidade
centrando-seunicamentenasconsequências
materiaisdaação,semlevaremcontaa
intençãoquemoveaaçãonemas
Sobreaconstruçãodoconhecimento,
marqueVparaverdadeiroouFparafalsoe,
emseguida,assinaleaalternativaque
()Segundoateoriapiagetiana,noprocesso
deformaçãodosconceitoscientíficos,as
formasculturaisinternalizam-seduranteo
desenvolvimentodosindivíduoseéomaterial
simbólicoquepossibilitasuarelaçãocomos
()Pode-seafirmarquetantoVygotskyquanto
Piaget,emsuasteorias,deramdestaqueà
atividadedosujeitonaaquisiçãodo
conhecimentoeaoqualitativodasmudanças
()Analisandooprocessodedesenvolvimento
daescritanacriança,Vygotskyasseveraque
amecânicadeleroescrito,estimuladanas
()ÉcorretoafirmarqueasideiasdePiaget
sobreodesenvolvimentodacriança
centraram-setãosomentenateoriada
equilibraçãodasestruturascognoscitivas,
desconsiderandoosfatoressociaisque
incidemnodesenvolvimentoequesurgem

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

01–B;02–D;03–D;04–D;05–E;06–
1.Sobreoplanejamentoescolar,NÃO
a)Éprocessodebuscadeequilíbrioentre
meiosefins,entrerecursoseobjetivos,
visandoaomelhorfuncionamentode
empresas,instituições,setoresdetrabalho,
organizaçõesgrupaiseoutrasatividades
b)Asideiasqueenvolvemoplanejamento
sãoamplamentediscutidasnosdiasatuais,
assimacompreensãodeconceitoseouso
adequadodosmesmosnãosão
complicadoresparaoexercíciodapráticade
c)Ésempreprocessodereflexão,detomada
dedecisãosobreaação;processode
previsãodenecessidadeseracionalizaçãode
empregodemeios(materiais)erecursos
(humanos)disponíveis,visandoà
concretizaçãodeobjetivos,emprazos
determinadoseetapasdefinidas,apartirdos
d)Processocontínuoquesepreocupacomo
―paraondeir‖e―quaisasmaneiras
adequadasparachegarlá‖,tendoemvistaa
situaçãopresenteepossibilidadesfuturas,
paraqueodesenvolvimentodaeducação
atendatantoasnecessidadesdasociedade,
desejodetransformarsonhosemrealidade
objetivaéumapreocupaçãomarcantedetoda

e)Fazpartedahistóriadoserhumano,poiso pessoa.

2.Sobreaimportânciadoplanejamento
escolar,Libâneocolocaqueomesmonãoé
algoneutro,épolítico,umavezqueenvolve
opçõeseações.Destacaasseguintes
I.Explicitarprincípios,diretrizese
procedimentosdotrabalhodocente.I
Assegurararacionalização,organizaçãoe
coordenaçãodotrabalhodocenteevitandoa
I.Asseguraraunidadeeacoerênciado
trabalhodocente,paraquetodostrabalhem
IV.Facilitarapreparaçãodasaulasindicando
asaçõesdeprofessoresealunose
possibilitandooreplanejamentodotrabalho
frenteanovassituações.Estãocorretos
3.Paraqueoprofessorpossaatingir
efetivamenteosobjetivos,énecessárioque
realizeumconjuntodeoperaçõesdidáticas
coordenadasentresi,ouseja,o
planejamento,adireçãodoensinoeda
aprendizagemeaavaliação(LIBÂNEO,
1994).Noquedizrespeitoaoplanejamento
a)AsalternativasB,C,D,Eseencontram
b)Possuirconhecimentodascaracterísticas
sociais,culturaiseindividuaisdosalunos,
bemcomooníveldepreparoescolaremque
c)Conhecerosváriosmétodosdeensinoe
procedimentosdidáticos,afimdepoder
escolhê-losconformeostemasaserem
d)Compreenderasrelaçõesentreaeducação
escolareosobjetivossociopolíticose
pedagógicos,ligando-osaosobjetivosde
e)Preveratividadesdidáticasemtermosda
suaorganizaçãoecoordenaçãoemfaceaos
objetivospropostos,quantoasuarevisãoe
adequaçãonodecorrerdoprocessode
4.Marque(V),seaassertivaforverdadeira,
ou(F),seaassertivaforfalsa.O
planejamentoescolardevecontemplara
atençãoindividualizadaaodiscente,afimde
atenderàdiversidadedosmodosde
5.SegundoJoséCarlosLibâneoo
planejamentoescolar–objetivos,conteúdos,
métodos–estárecheadodeimplicações
sociaisetêmumsignificadogenuinamente
político.Poressarazãooplanejamentoéuma
a)Estabelecimentodadicotomiateoriae
b)Preenchimentodeformuláriosparacontrole
c)Guiadeorientaçãoparaaexclusãodos
d)Atendimentoaoquefoielaboradopelos
e)Reflexãoacercadasnossasopçõese
6.SegundoJoséCarlosLibâneoemDidática,
planejaréumaatividadeconscientepara
preverasaçõesdoprofessor,enãosereduz
paracontroleadministrativo;esim,deveser
fundamentadaemopçõespolítico
pedagógicasetercomoreferências
permanentesassituaçõesdidáticasconcretas
(istoé,aproblemáticasocial,econômica,
políticaeculturalqueenvolveaescola,os
demaisprofessores,osalunos,ospais,a
comunidade,queinteragemnoprocessode
ensino).Portanto,énoplanejamentoescolar
queoprofessorestabelecesuasaçõescomo
I.Preverobjetivos,conteúdosemétodosa
partirdaconsideraçãodasexigênciaspostas
pelarealidadesocial,doníveldepreparoe
dascondiçõessocioculturaiseindividuaisdos
I.Preverquenoprocessodeensino,o
conteúdotrabalhadocomosalunosterá
apenasosignificadoeducativoede
I.Assegurararacionalização,organizaçãoe
coordenaçãodasuapráticaemsaladeaula,
demodoquepossibilitearealizaçãodeum
ensinodequalidadeeeviteaimprovisaçãoe
arotina.IV.Atualizaroconteúdosempreque
necessário,aperfeiçoando-oemrelaçãoaos
progressosfeitosnocampodoconhecimento,
adequando-osàscondiçõesdeaprendizagem
deseusalunos,bemcomoosmétodos,
técnicaserecursosdeensinoquevãosendo
V.Asseguraraunidadeeacoerênciadasua
atuação,umavezqueissotornapossível
inter-relacionar,oselementosquecompõemo
processodeensino:osobjetivos(paraque
ensinar),osconteúdos(oqueensinar),os
alunosesuaspossibilidades(aquem
ensinar),osmétodosetécnicas(como
ensinar)eaavaliação,queestáintimamente
7.Sãofunçõesdoplanejamentoescolar,
a)explicitarprincípios,diretrizese
procedimentosdotrabalhodocenteque
asseguremaarticulaçãoentreastarefasda
escolaeasexigênciasdocontextosocialedo
b)expressarosvínculosentreo
posicionamentofilosófico,políticopedagógico
eprofissionaleasaçõesefetivasqueo
professorirárealizarnasaladeaula,através
deobjetivos,métodoseformasorganizativas
c)assegurararacionalização,organizaçãoe
coordenaçãodotrabalhodocente,demodo
queaprevisãodasaçõesdocentespossibilite
aoprofessorarealizaçãodeumensinode
d)atualizaroconteúdodoplanosempreque
forrevisto,aperfeiçoando-oemrelaçãoaos
progressosfeitosnocampode
conhecimentos,adequando-osàscondições
deaprendizagemdosalunos,aosmétodos,
técnicaserecursosdeensinoqueirãosendo
e)facilitarapreparaçãodeaulas,deforma
amanteraunidadedosconteúdos,comvistas
àformaçãodeturmashomogêneas,
possibilitandoaexclusãodealunosquenão
8.Quetipodeplanejamentoapresentaa
seguintedefinição:“éaprevisãodos
conhecimentosaseremdesenvolvidosedas
atividadesaseremrealizadasemuma
detempo,geralmenteduranteoanoou
9.Asfasesdoplanejamentoescolarpodem
serdivididasem:oplanejamentodaescola,o
planejamentocurriculareoprojetoouplano
a)oquechamamosdeProjeto
Político-Pedagógicoouprojetoeducativo,
sendoesteoplanointegraldainstituiçãoe
queécompostodemarcoreferencial,
diagnósticoeprogramação.Essenível
envolvetantoadimensãopedagógicaquanto
b)apropostageraldasexperiênciasde
aprendizagemqueserãooferecidaspela
escolaincorporadasnosdiversos
componentescurriculares,podendotercomo
referênciaosseguinteselementos:
fundamentosdadisciplina,áreadeestudo,
propostadeconteúdos,processosde
c)oplanejamentomaispróximodapráticado
professoredasaladeaula.Dizrespeito,mais
restritamente,aoaspectodidático.Podeser
subdivididoemprojetodecursoeplanode
aula.d)oplanejamentoglobaldaescola,
queenvolveoprocessodereflexão,de
decisõessobreaorganização,o
funcionamentoeapropostapedagógicada
e)umaferramentagerencialqueauxiliaa
escolaarealizarmelhoroseutrabalho:
focalizarsuaenergia,assegurarquesua
equipetrabalheparaatingirosmesmos
objetivoseavaliareadequarsuadireçãoem
respostaaumambienteemconstante
mudança.Éconsideradoumprocessode
planejamentoestratégicodesenvolvidopela
escolaparaamelhoriadaqualidadedo
ensinoedaaprendizagem.Esseplanodefine
diretrizes,objetivosemetasestabelecidas
10.Oplanejamentoéumcomponente
essencialnocotidianoeducacional.Deacordo
compesquisadoresoplanejamentoescolar
precisaserconcebidocomoummeiopara
a)Asrelaçõeshierárquicasnocontexto
b)Atransmissãodosconteúdosdemaneira
e)Atransmissãodosconteúdosdemaneira

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

GABARITO 1.B;2.C;3.A;4.V;5.E;6.D;7.E;8.D;9.B;10.C

1.Atualmenteháumacomplexidade
crescentedossistemasdeensino,
alargandoasdimensõesdeatuaçãode
todososeducadores.Porisso,a
capacidadedeliderançadoPedagogo
equipedeprofessoresfaztantadiferença
naeficácianoprocessodeformação
Assinaleaalternativaquecorrespondea
a)Planejamentoeoperacionalizaçãodeaula,
responsabilidadesobreaavaliaçãodecada
umdoseducandoseaplicaçãodeatividades
b)Mobilizaçãodediferentesáreasdo
conhecimentoparaarealizaçãodeuma
c)Resultadosnãosatisfatóriosquantoao
desempenhodocenteemsuascompetências

básicas.

d)Incentivoparaqueoprofessortrabalhede
formaindividualizada,utilizandoexercíciosde

memorização

comoferramentadeplanejamento,semque
e)Isençãodaresponsabilidadecomo
professorpeloplenodesenvolvimentodas
potencialidadesdoeducando,conforme
2.Amanifestaçãodaliderançaestá
presenteemdiversossetoresdenossa
cargosderesponsabilidadecomo,
diretores,executivosepedagogos.Com
basenoconhecimentodeliderançadeum
a)Líderesdevempossuiracapacidadede
estimularavalorizaçãodashabilidadesde
lideradosenãoutilizaroautoritarismocomo
b)Amaneiracomoolíderarticula,comunica,
incentivaepromovemudança,nãoimpulsiona
odesenvolvimentodobomfuncionamentodo
c)Oestilodeumlíderseoriginadeuma
predisposiçãogenética,seadquirepor
nascimento,devidoasuascaracterísticas
d)Osbonsresultadosdeliderançaprovémde
umlíderautoridade,exigentequedominesua

equipe.

e)Umgrupoouequipenecessariamentenão
precisadeumlíder,portanto,ointegranteque
3.​.Devidoacomplexidadedofracasso
escolarfazcomqueosprofissionaisda
áreaestejamatentosparaevitarumensino
quecausedesinteressenoaluno.Vários
fatorescontribuemparaqueofracasso
escolarconfronteoprocessode

ensinoaprendizagem.

Assinaleaalternativaqueexemplifica
I.Oquereraprenderporpartedoindivíduo,
carênciasafetivas,barreirasemocionaisa
receberalunoscomcapacidades
adquiridasdehistóriasculturais

I.Apreparaçãodeprofessorespara diferentes.

I.Onãocomprometimentocomoensino
porpartedafamília,instituiçãoescolare

Estado.

IV.Opreconceitoeanecessidadede
trabalharparaauxiliarnosustentodecasa
V.Alimentaçãodeficiente,faltadeatenção,
carinhoeestímulosporpartedafamíliaeo
4V.Alimentaçãodeficiente,faltade
atenção,carinhoeestímulosporparteda
famíliaeodistanciamentodouniverso

letrado.

5.AoPedagogorecaiaresponsabilidade
deacompanharotrabalhodesenvolvido
peloprofessorcomoformademelhorara
instituiçõesescolares.Assinalea
alternativacorretaquantoaotrabalhoaser
a)Aimplementaçãodocurrículopropostono
projetopolítico-pedagógicodaescolanãofaz
b)Oacompanhamentodoprocessode
ensino-aprendizageméumaação
c)Anãoviabilizaçãodainteraçãohumanano
d)Auxílionodesenvolvimentode
e)Aadministraçãodeverbasconcedidasa
instituiçãoescolarenocasodeinstituição
privada,aadministraçãodosrecursosobtidos
atravésdemensalidadesparaamelhoriada

escola.

6.Naconstruçãodoconhecimentoena
otimizaçãodoprocessode
ensino-aprendizagem,assinaleoquefor
corretoquantoaresponsabilidadedo
professorenquantocoordenadordeum

grupo.

a)Incentivarafamíliaaparticipardoprocesso
b)Responsabilizarafamílianoincentivoao
c)Esperarqueacriançajátenhahabilidades
deescritaeleituraemqualquernívelde

aprendizado.

coloquesuasidéiassomenteemmodode

d)Desenvolveraçõesondeoeducando avaliação escrita.

e)Entenderquecadaindivíduopossuiuma
classeeconômica-social,porissonemtodos
1-B2-A3-B4-C5-D6-A

7-D

1.Arespeitodosfundamentosdaeducaçãoe
darelaçãoeducação/sociedadeemsuas
dimensõesfilosófica,socioculturale
Afunçãodaeducação,emumaabordagem
marxista,é,exclusivamente,areprodução

social. Certo Errado

2.Emrelaçãoaosfundamentosfilosóficos,
psicológicos,sociológicosehistóricosda
educação,analiseasafirmaçõesabaixoe
a)Rousseaucontribuiudeformadeterminante
paraaconstituiçãodapedagogiamoderna
b)Acorrenteempiristacontribuiuparaaideia
dequeoalunoéumsujeitopassivoàs
c)Aperspectivaconstrutivistadefendeaideia
dequeoalunoconstróioseuconhecimentoa
d)Comeniusfoiconsideradoofundadorda
e)Froebelexerceugrandeinfluênciana
estruturaçãodasescolasdenívelmédio,na
3.Aoexaminarosfundamentosdaeducação,
nãosepodedeixardeconsideraros
conhecimentoselaboradospelafilosofia.Com
relaçãoaesseassunto,assinaleaalternativa
a)Aaçãopedagógicaprescindedereflexão
b)Acompreensãodosvaloresedos
conceitosquegarantemaaçãopedagógica
c)Aestruturadeumapropostapedagógica
deveserpuramentepedagógica.Nesse
contexto,aspressuposiçõeseasproposições
d)Emboraafilosofiaforneçasuaprópriavisão
acercadohomem,issonãointerferenaação
críticaarespeitodarealidadenaqualelaestá

e)Afilosofiaforneceàeducaçãoumareflexão situada.

4.Noquedizrespeitoaosfundamentosda
educação,a“DidáticaMagna”,escritapor
JoãoAmosComênio,éconsideradacomo
d)Somenteosconteúdosdeordem
e)Exclusivamenteosconteúdosdaaritmética
5.Arespeitodosfundamentosdaeducaçãoe
darelaçãoeducação/sociedadeemsuas
dimensõesfilosófica,socioculturale
Aconcepçãodaeducaçãocomotécnica
social,desenvolvidaporKarlMannheim,
diferedafunçãodaeducaçãocomo
integraçãosocialapresentadaporDurkheim
ParaMannheim,afunçãodaeducaçãoéa
transformaçãosocial,enquanto,para
Durkheim,estadevereforçaras
6.“Nãoénempodeserapráticaeducacional
queestabeleceosseusfins.Quemofazéa
reflexãofilosóficasobreaeducaçãodentrode
umadadasociedade.”(Luckesi,1994,p.31)
Combasenestadeclaração,éCORRETO
a)AsrelaçõesentreEducaçãoeFilosofiasão
naturais,jáqueaeducaçãoéumprocessode
perpetuaçãodaculturaeàFilosofiacabedar
b)ArelaçãoentreEducaçãoeFilosofiaé
desnecessária,umavezqueaaçãoeducativa
conscientesepautanarealidadehistóricae
c)ArelaçãoentreEducaçãoeFilosofiasedá
nareflexãosobreomodeloidealdehomeme
desociedade,queédadoporessa
sociedade,cabendoàeducaçãoeàFilosofia
d)AsrelaçõesentreEducaçãoeFilosofiasão
indissociáveis,poisaeducaçãoéumaprática
quesecaracterizaporumapreocupação,uma
finalidadeaseratingida,enquantoaFilosofia
éareflexãosobreosfundamentos,
pressupostoseconceitosqueorientama

social. concretizá-lo. educação.

7.Noqueserefereaosfundamentosda
educaçãoemsuasdimensõesfilosófica,
social,cultural,políticaepedagógica,julgueo
Pode-seafirmarqueaeducaçãositua-sena
categoriadetrabalhomaterial,que
compreendeaproduçãodeideias,conceitos,
8.Noqueserefereaosfundamentosda
educaçãoemsuasdimensõesfilosófica,
social,cultural,políticaepedagógica,julgueo
Aeducaçãoéumfenômenoprópriodosseres
humanos,assim,compreenderanaturezada
educaçãoécompreenderanaturezahumana
pormeiodasferramentasculturaiscriadas
fatordedesenvolvimentoeconômicoesocial,
a)Nosdocumentosnacionaiseinternacionais
queexpressamfundamentos,diretrizese
linhasdeaçãodepolíticaeducacionalparaa
juventude,aconvivêncianotrabalhoea
participaçãoemmovimentossociaissão
b)Naliteraturaconcernenteàspolíticas
públicas,ograudeescolaridadeé
desconsideradocomofatorquepossibilitaa
c)Emsetoresdasociedade,taiscomo
agênciasmultilaterais,órgãosfederaise
estaduais,instituiçõesgovernamentaisenão
governamentais,aúnicamobilização
existenteemproldaeducaçãogiraemtorno
dadefiniçãodeparâmetrosecritériospara
d)Diantedaimportânciadoconhecimento
científicoetecnológicoedaqualificaçãode
mãodeobracomorequisitosparao
crescimentoeconômicodepaíses
industrializados,osinvestimentosem
educaçãosãocapazes,porsisó,deimpediro
10.DeacordocomAlmeida,emseuartigo
EducaçãoàdistâncianoBrasil:diretrizes
políticas,fundamentosepráticas,o
relato/parecerdeGouveiaeBizzoàCâmara
deEducaçãoBásica/CNEdefineos
pressupostosbásicosparaodesenvolvimento
Dentreasalternativasapresentadas,assinale
aqueestáemDESACORDOcomos
a)Osprofissionaisquecompõemaequipe
interdisciplinarresponsávelpelocursodevem
b)Osdocentesprecisamserpreparadospara
manteracoerênciaentresuaatitudenas
interaçõeseasintenções,concepçõese
c)Oalunoprecisasentir-sesóparaquepossa
desenvolversuaaprendizagemdeforma
autônomaeadequadaàssuasnecessidades
d)Desdeoprincípio,oalunodeveconheceras
intençõeseosobjetivosdocurso,asetapas
previstas,ametodologiadedesenvolvimento
e)Oconteúdodesenvolvidodevefavorecera
aprendizagemdoaluno,partindodesuas
1.Errado;2.E;3.E;4.A;5.ERRADO.6.D;7

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

1.Arespeitodosfundamentosdaeducaçãoe
darelaçãoeducação/sociedadeemsuas
dimensõesfilosófica,socioculturale
marxista,é,exclusivamente,areprodução

Afunçãodaeducação,emumaabordagem social. Certo Errado

2.Emrelaçãoaosfundamentosfilosóficos,
psicológicos,sociológicosehistóricosda
educação,analiseasafirmaçõesabaixoe
a)Rousseaucontribuiudeformadeterminante
paraaconstituiçãodapedagogiamoderna
b)Acorrenteempiristacontribuiuparaaideia
dequeoalunoéumsujeitopassivoàs
c)Aperspectivaconstrutivistadefendeaideia
dequeoalunoconstróioseuconhecimentoa
d)Comeniusfoiconsideradoofundadorda
e)Froebelexerceugrandeinfluênciana
estruturaçãodasescolasdenívelmédio,na
3.Aoexaminarosfundamentosdaeducação,
nãosepodedeixardeconsideraros
conhecimentoselaboradospelafilosofia.Com
relaçãoaesseassunto,assinaleaalternativa
a)Aaçãopedagógicaprescindedereflexão
b)Acompreensãodosvaloresedos
conceitosquegarantemaaçãopedagógica
c)Aestruturadeumapropostapedagógica
deveserpuramentepedagógica.Nesse
contexto,aspressuposiçõeseasproposições
d)Emboraafilosofiaforneçasuaprópriavisão
acercadohomem,issonãointerferenaação
e)Afilosofiaforneceàeducaçãoumareflexão
críticaarespeitodarealidadenaqualelaestá

situada.

4.Noquedizrespeitoaosfundamentosda
educação,a“DidáticaMagna”,escritapor
JoãoAmosComênio,éconsideradacomo
d)Somenteosconteúdosdeordem
e)Exclusivamenteosconteúdosdaaritmética
5.Arespeitodosfundamentosdaeducaçãoe
darelaçãoeducação/sociedadeemsuas
dimensõesfilosófica,socioculturale
Aconcepçãodaeducaçãocomotécnica
social,desenvolvidaporKarlMannheim,
diferedafunçãodaeducaçãocomo
integraçãosocialapresentadaporDurkheim
ParaMannheim,afunçãodaeducaçãoéa
transformaçãosocial,enquanto,para
Durkheim,estadevereforçaras
6.“Nãoénempodeserapráticaeducacional
queestabeleceosseusfins.Quemofazéa
reflexãofilosóficasobreaeducaçãodentrode
umadadasociedade.”(Luckesi,1994,p.31)
Combasenestadeclaração,éCORRETO
a)AsrelaçõesentreEducaçãoeFilosofiasão
naturais,jáqueaeducaçãoéumprocessode
perpetuaçãodaculturaeàFilosofiacabedar
desnecessária,umavezqueaaçãoeducativa
conscientesepautanarealidadehistóricae
c)ArelaçãoentreEducaçãoeFilosofiasedá
nareflexãosobreomodeloidealdehomeme
desociedade,queédadoporessa
sociedade,cabendoàeducaçãoeàFilosofia
d)AsrelaçõesentreEducaçãoeFilosofiasão
indissociáveis,poisaeducaçãoéumaprática
quesecaracterizaporumapreocupação,uma
finalidadeaseratingida,enquantoaFilosofia
éareflexãosobreosfundamentos,
pressupostoseconceitosqueorientama

b)ArelaçãoentreEducaçãoeFilosofiaé social. concretizá-lo. educação.

7.Noqueserefereaosfundamentosda
educaçãoemsuasdimensõesfilosófica,
social,cultural,políticaepedagógica,julgueo
Pode-seafirmarqueaeducaçãositua-sena
categoriadetrabalhomaterial,que
compreendeaproduçãodeideias,conceitos,
8.Noqueserefereaosfundamentosda
educaçãoemsuasdimensõesfilosófica,
social,cultural,políticaepedagógica,julgueo
Aeducaçãoéumfenômenoprópriodosseres
humanos,assim,compreenderanaturezada
educaçãoécompreenderanaturezahumana
pormeiodasferramentasculturaiscriadas
9.Acercadoentendimentodaeducaçãocomo
fatordedesenvolvimentoeconômicoesocial,
a)Nosdocumentosnacionaiseinternacionais
queexpressamfundamentos,diretrizese
linhasdeaçãodepolíticaeducacionalparaa
juventude,aconvivêncianotrabalhoea
participaçãoemmovimentossociaissão
b)Naliteraturaconcernenteàspolíticas
públicas,ograudeescolaridadeé
desconsideradocomofatorquepossibilitaa
c)Emsetoresdasociedade,taiscomo
agênciasmultilaterais,órgãosfederaise
estaduais,instituiçõesgovernamentaisenão
governamentais,aúnicamobilização
existenteemproldaeducaçãogiraemtorno
dadefiniçãodeparâmetrosecritériospara
d)Diantedaimportânciadoconhecimento
científicoetecnológicoedaqualificaçãode
mãodeobracomorequisitosparao
crescimentoeconômicodepaíses
industrializados,osinvestimentosem
educaçãosãocapazes,porsisó,deimpediro
10.DeacordocomAlmeida,emseuartigo
EducaçãoàdistâncianoBrasil:diretrizes
políticas,fundamentosepráticas,o
relato/parecerdeGouveiaeBizzoàCâmara
deEducaçãoBásica/CNEdefineos
pressupostosbásicosparaodesenvolvimento
Dentreasalternativasapresentadas,assinale
aqueestáemDESACORDOcomos
a)Osprofissionaisquecompõemaequipe
interdisciplinarresponsávelpelocursodevem
manteracoerênciaentresuaatitudenas
interaçõeseasintenções,concepçõese
c)Oalunoprecisasentir-sesóparaquepossa
desenvolversuaaprendizagemdeforma
autônomaeadequadaàssuasnecessidades
d)Desdeoprincípio,oalunodeveconheceras
intençõeseosobjetivosdocurso,asetapas
previstas,ametodologiadedesenvolvimento
e)Oconteúdodesenvolvidodevefavorecera
aprendizagemdoaluno,partindodesuas
1.Errado;2.E;3.E;4.A;5.ERRADO.6.D;7

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

1​.Aspolíticasdeaçõesafirmativasvisam

promover:

a)Avalorizaçãodopatrimônio
histórico-culturalafrobrasileiroeindígena
b)Oingressoeapermanêncianaeducação
escolardosafrodescendentes,indígenase
educandosprovenientesdeclasses
c)Ainstituiçãodedisciplinasescolaressobre
culturaehistóriadaÁfricaedasdiferentes
d)Orompimentodecritériosdeexclusão
2​.SobreasPolíticasAfirmativas,é
a)Alocamrecursosembenefíciodepessoas
pertencentesagruposdiscriminadose
vitimadospelaexclusãosocioeconômicano
b)Tratam-sedemedidasquetêmcomo
objetivocombaterdiscriminaçõesétnicas,
raciais,religiosas,degênerooudecasta,
aumentandoaparticipaçãodeminoriasno
processopolítico,noacessoàeducação,
saúde,emprego,bensmateriais,redesde
proteçãosociale/ounoreconhecimento
c)Atuam,essencialmente,pormeiode
repressãoaosdiscriminadoresoude
conscientizaçãodosindivíduosquepodemvir
apraticaratosdiscriminatóriosaumgrupo
d)Visam,dentreoutros,aoincrementoda
contrataçãoepromoçãodemembrosde
gruposdiscriminadosnoempregoena
educaçãoviametas,cotas,bônus;bolsasde
estudo;determinaçãodecotasmínimasde
participaçãonamídia,napolíticaeoutros
3​.Entreasaçõesafirmativasimplementadas,
noBrasil,pelaSecretariadePolíticasde
a)oensinodehistóriaecultura
afro-brasileiranasescolaseuniversidades
d)apuniçãoaosclubesdefutebolcuja
e)aaplicaçãodapenadesuspensãodas
emissorasdeTVqueveicularemprogramas
4​.OPPARegionaldoGrandeABCtemcomo
objetivonoprogramadaspolíticassociaise
a)ampliaraspolíticassociaisemterritórios
demaioresdesigualdades,coma
consolidaçãodaspolíticassociais,integrando
ocidadãoesuaautonomiaecombatendo
b)simplificaraspolíticasuniversaisem
territóriosdemaioresdesigualdades,coma
integraçãodaspolíticassociais,valorizandoa
cidadaniaeautonomiadosindivíduose
c)consolidaraspolíticassociaisem
territóriosdemaioresdesigualdades,coma
fiscalizaçãodaspolíticaspúblicas,integrando
ocidadãoesuaautonomiaecombatendo
d)ampliaraspolíticasuniversaisem
territóriosdemaioresdesigualdades,coma
integraçãodaspolíticaspúblicas,valorizando
acidadaniaeautonomiadosindivíduose
combatendotodasasformasde
5​.DeacordocomaLein°.8.842/94quefixaa
PolíticaNacionaldoIdoso,talpolíticadeve
serorganizadacombasenasseguintes

diretrizes:

I.Viabilizaçãodeformasalternativasde
participação,ocupaçãoeconvíviodoidoso,
queproporcionemsuaintegraçãoàsdemais

gerações.

I.Oidosonãodevesofrerdiscriminaçãode
I.Oidosodeveseroprincipalagenteeo
destinatáriodastransformaçõesaserem
IV.Participaçãodoidoso,atravésdesuas
organizaçõesrepresentativas,naformulação,
implementaçãoeavaliaçãodaspolíticas,
planos,programaseprojetosaserem

desenvolvidos.

6​.Emrelaçãoàclassificaçãodasentidadesda
administraçãopúblicaementidades
políticaseentidadesadministrativas,
I.Entidadespolíticaseadministrativassão
I.Entidadespolíticasdetêmpoderpolítico,
I.Entidadespolíticas,aocontráriodas
c)seapenasasafirmativasIeIIestiverem
d)seapenasasafirmativasIeIIIestiverem
e)seapenasasafirmativasIIeIIIestiverem
7​.AnaElizabeteMota(2008),emartigosobre
acentralidadedaassistênciasocialna
Seguridadebrasileiranosanos2000,afirma
que:“aspolíticasqueintegramaseguridade
socialbrasileiralongedeformaremumamplo
earticuladomecanismodeproteção,
conformaremumaunidadecontraditória:
enquantoavançamamercantilizaçãoe
privatizaçãodaspolíticasdesaúdee
previdência,restringindooacessoeos
benefíciosquelhessãopróprios,a
assistênciasocialseamplianacondiçãode
políticanãocontributiva,transformando-se
numnovofetichedeenfrentamentoà
desigualdadesocial,namedidaemquese
transformanoprincipalmecanismode
Comessaafirmaçãodaautorapode-se
1.Aexpansãodaassistênciasocialeas
restriçõesàsaúdeeàprevidênciaestão
circunscritasaoargumentodocrescimentoda
pobrezaeàimpossibilidadedeequilíbrio
financeirodestasúltimas,oquejustificaa
ampliaçãodossistemasprivados

complementares.

2.Aprivatizaçãoeaassistencializaçãoda
proteçãosocialinstituemocidadão-pobre
3.Aatualpolíticadeassistênciasocial
provocaumesgarçamentoentretrabalhoe
proteçãosocial,acentuando-seatendência
deampliaçãodasaçõescompensatóriasou
4.SeantesaSeguridadeSocialbrasileira
giravaemtornodaprevidência,agoraelagira
emtornodaassistêncianacondiçãode
políticaestruturadoradeacessoaoutras
5.Aexpansãopúblicaeamercantilização
integramoideárioneoliberalquetemcomo
princípioaequidade,ouseja,darmaisa
Assinaleaalternativaqueindicatodasas
a)Sãocorretasapenasasafirmativas1,2e
b)Sãocorretasapenasasafirmativas1,2e
c)Sãocorretasapenasasafirmativas1,3e
d)Sãocorretasapenasasafirmativas3,4e
8​.Numpaíscompassadoescravistacomoo
Brasil,asituaçãosocialdosnegrosexige
enfoquesespecíficos.Nosúltimosanos,a
sociedadebrasileiravemassistindoà
multiplicaçãodeiniciativasdeindivíduosou
degrupossociaisvoltadasparaareparação
ouagarantiaplenadedireitossociaisdos
negros.Emseuconjunto,essasiniciativas
9​.Trata-sedemecanismoque“operadeforma
ainduzir,manterecondicionaraorganização
eaaçãodoEstado,suasinstituiçõese
políticaspúblicas–atuandotambémnas
instituiçõesprivadas,produzindoe
reproduzindoahierarquiaracial”.Oconceito
10​.Sobreoentendimentocríticodaestrutural
desigualdadeeducacionalbrasileira,analise
I.Oentendimentocríticodaestrutural
desigualdadeeducacionalbrasileiraparteda
análisedanossaformaçãohistórica,tantoem
assimcomodaespecificidadedenosso

termoseconômicoscomosociaiseculturais, desenvolvimento.

I.Oentendimentocríticodaestrutural
desigualdadeeducacionalbrasileiraevidencia
ostraçosmarcantesdaformaestruturalde
reproduçãodasrelaçõespolíticas,
econômicaseculturaisdasociedade

brasileira.

I.Oentendimentocríticodaestrutural
reconhecequeossetoresmodernose
integradosdaeconomiacapitalista(internae
externa)alimentam-seecrescemapoiados
c)sesomenteasafirmativasIeIIestiverem
d)sesomenteasafirmativasIeIIIestiverem
e)setodasasafirmativasestiverem

GABARITO 1.B;2.C;3.A;4;D;5;A;6.E;7.E;8.B;9.B;10.E; http://questoesconcursopedagogia.com.br/mai s1200questoes/

1.Letramentoépalavraeconceitorecentes,
introduzidosnalinguagemdaeducaçãoedas
ciênciaslinguísticashápoucomaisdeduas
décadas.Seusurgimentopodeser
interpretadocomodecorrênciada
necessidadedeconfigurarenomear
comportamentosepráticassociaisnaárea
2.Aperspectivahistórico-culturaldeVigotski
levou-oaconsiderarquealinguageméum
instrumentopsicológicoqueagedeforma
mediadanoestágioprecocedopensamento
Paraoreferidoautororesultadodesse
3.ADeclaraçãoMundialsobreEducaçãopara
Todosdestacaquetodapessoa,criança,
adolescenteouadultodevepoder
beneficiar-sedeumaformaçãoconcebida
pararesponderàssuasnecessidades
necessidadescompreendemtantoos
instrumentosdeaprendizagensessenciais,
comoconteúdoseducativos,dosquaisoser
humanotemnecessidadeparavivere
trabalharcomdignidade,participar
plenamentedodesenvolvimento,melhorara
qualidadedesuaexistência,tomardecisões
a)conceitos,atitudes,valoreséticose
d)leitura,escrita,expressãooral,cálculo,
4.Aescolatemqueenfrentarosdesafiospara
transformaroensinodaleituraedaescrita,de
modoaformarpraticantesdaleituraeda
escrita,segundoLerner(2002).Aautora
a)sejamcapazesdelerumtextoselecionado
poralguémdeseuconvívio,emcasaouem
outrosambientes,nosquaistêma
b)saibamescolheromaterialescrito
adequadoparabuscarasoluçãodeseus
problemasesejamdesejososde
embrenhar-seemoutrosmundospossíveis,
c)leiamfluentementetextosindicadospela
professora,emsaladeaula,mostrando
compreensãopormeioderespostascorretas
àsquestõesformuladassobreotextoque
d)semostremcapazesdeseapresentarem
festasescolareslendootextoquelhesfoi
e)semostreminteressadospelasatividades
desaladeaula,demonstrandodomínioda
leituradediferentestiposdetextos,nas
5.“Entreastendênciasquedefinema
alfabetização,umadelasatribuiaesse
processoumsignificadomuitoamplo
negando-lhe,assim,suaespecificidade,com
reflexosindesejáveisnacaracterizaçãode
suanatureza,naconfiguraçãodashabilidades
básicasdeleituraeescrita,nadefiniçãoda
competênciadealfabetizar”.Comesta
afirmação,oautorquerdefenderoprocesso
dealfabetizaçãoemseusentidopróprio,
a)desenvolvimentototaldalíngua(orale
b)desenvolvimentoeapropriaçãodaleitura
demundojuntamentecomodesenvolvimento
c)aquisiçãodalínguamaterna,numprocesso
d)processodeaquisiçãodocódigoescrito,
6.Asopçõesaseguirapresentameixos
necessáriosparaaaquisiçãodalíngua
a)Compreensãoevalorizaçãodacultura
7.Comrelaçãoaodesenvolvimentoda
a)Aoatingiraescritaalfabética,acriançajá
estáalfabetizadaedominaasquestões
b)Acriançanoiníciododesenvolvimentonão
consideraaspalavrascommenosdetrês
c)Nahoradaleituraéimportantequeo
professorindiqueadireçãodeondeestá
d)Aentonaçãovaiajudaracriançacriar
hipótese,éapartirdasuamaturaçãoqueela
vaidesenvolveraidentificaçãodaspalavras
relacionadasaosignificadodoletramento,
c)Desenvolvimentodecomportamentose
habilidadesdeusocompetentedaescritaeda
d)Interaçãointensaediversificadadacriança
e)Identificaçãoeusoadequadodas
diferentesfunçõesdaescritaedosdiferentes
9.ParaqueaturmadeEducaçãoInfantilse
desenvolvaplenamente,éprecisoquefaçam
d)movimentoseguidodeatividadescom
10.Ainstituiçãodeumcantodeleituraem
umasaladeeducaçãoinfantiléinteressante
a)condiçõesideaisdeconcentraçãoparaa
b)apropriaçãodaorganizaçãodoslivrosem
c)interaçãoentrecriançascomdiferentes
e)primeirocontatocomaescritaeseus

1.A 2.D 3.D 4.B 5.D 6.B 7.A 8.A 9.E 10.C

Assunto:NoçõesdeEspaçoeTempo

1.C 2.A 3.B 4.E 5.B

6.D 7.D 8.C 9.E

1.Estudosrecentesapresentamváriascontribuiçõesqueolúdicopodepropiciaraoprocesso
a)osjogospromovemfatoresdiagnósticosdoníveldeaprendizagemoudeeventuais
b)obrincarfavoreceumaaprendizagemsignificativaeprazerosa,capazdepromovera
construçãodeaspectosreflexivosecríticos,alémdepossibilitaraoeducadoraelaboraçãode
c)asbrincadeiraspossibilitammétodosdeaprendizagemincapazesdeproporcionarum
ambientepropícioàproduçãodoconhecimentoeaumafacilitaçãodotrabalhodocente,pois
d)olúdicofacilitaavisãodarelaçãodosalunossobreosocial,promoveoresgatedas
influênciasculturaisetornaaescolaumespaçoderesgatecultural,devalorizaçãosocial,de
reproduçãodoconhecimentoadquiridoemgeraçõespassadas,alémdetransporaemoçãodo
pessoascomtranstornosmentaistêmindicadodoismétodosdeconfluência,dosquaisbons
resultadostêmsidoobtidosrelativosaoprocessodeeducaçãodealunocomnecessidades
3.ComrelaçãoàscaracterísticasdoMétodoMontessori,assinaleVparaaafirmativa
()Asaladeauladeveserorganizadadeformacircular,commateriaisaoalcancedas
4.Abrinquedotecaconstitui-seemumambientelúdicoquepermiteocontatodacriançacom
umavariedadedebrinquedos.Alémdisso,éumimportanteespaçoparabrincar.Obrincar,por
suavez,éumcaminhoparaascenderaonovo,aprender,(re)elaborarossaberes.Deste
a)quepermiteàcriançaobtermateriallúdico,jogos,brinquedoselivros,sendotambémum
espaçolivrequeproporcionaváriostiposdeatividadescomoartesplásticas,ciências,jogos,
recreação,músicaefolclore,sem,necessariamente,asupervisãoeorientaçãodeum
b)quefavoreceobrinquedoindustrializadoecriaoportunidadesparaqueomaiornúmerode
criançaspossausufruí-loequestionaraescolaquenegaodireitoàalegriadiaapósdia.A
brinquedotecatambéméumespaçodeinstruçãoedetreinodehabilidadesedeconteúdos
específicosdeleitura,escritaecálculo,ondeascriançasficamsentadas,apenasvendoe
c)paraaprender,interagir,brincarecriar.Oprofessorémediadordasrelaçõesqueaíse
d)dobrinquedoindustrializado,umespaçodemocráticoquegaranteoacessodetodasas
criançasaosbrinquedosprontosparaobrincar,fontededesenvolvimentodapersonalidadee
equilíbrioinfantis.Oprofessordeveobservarasinteraçõeseregistrar,nãodevendointervir,
5.Assinaleaalternativaincorreta.OprocessodeavaliaçãonaEducaçãoInfantil,nãotemcomo
objetivoapromoçãoouaclassificaçãodosalunos.NaEducaçãoInfantiloacompanhamento
a)Documentaçãoespecíficaquepermitaàsfamíliasconhecerotrabalhodainstituiçãojuntoàs
b)Utilizaçãodemúltiplosregistrosdostrabalhosrealizadospelascriançascomo,relatóriose
Brincardefazdeconta,fingireimaginarsãocaracterísticasdobrincarlúdico(1ªparte).Os
jogosbaseadosnalógicapodemajudaracriançaafazerconexõesepensarcriativamente(2ª
parte).Osjogoscomregraslimitamaautonomiaeacriatividadedacriançaporqueimpõem
7.Osjogoseducativoscomputadorizadostêm-semostradocomoimportanteferramenta
multimídiaparaautilizaçãodainformáticanaEducaçãoparaoTrânsito.Assinaleaalternativa
a)Possibilitatrabalharcomsimuladores,tornaoensinoricoedesafiador,éutilizadatantoem
saladeaulaquantoforadoambienteescolar,podendoserproduzidaeutilizadaindividuale
b)Éutilizadaemsaladeaulaeforadoambienteescolar,tornaaaprendizagemlúdicae
agradável,concentra-senaaçãoindividualizada,evitando-setradicionaisdesordensdoestudo
c)Viabilizaumensinoricoedesafiador,possibilitaotrabalhocomsimuladoresedispensaa
d)Podeserproduzidaeutilizadaindividualecoletivamente,viabilizaocaráterlúdicoe
desafiadordoprocessodeaprendizagemepriorizaamemorizaçãodeinformaçõesem
detrimentododesenvolvimentodecompetências,dehabilidadesedeconstruçãodo
nacabeçadosalunos.Poroutrolado,sabetambémquenãoédeixandooeducandosozinho
queoconhecimentobrotarádeformaespontânea.”(CelsoVasconcellos).Quemconstróio
I.Époucofrequente,umavezquenãoéútilnaexploraçãodosconteúdosenamelhoriada
I.Suautilizaçãoédificultadapelafaltadeinfraestruturadasescolaseaformaçãodeficiente
10.Aseguinteideiaapresentaumacaracterizaçãodoconhecimentoasertratadopela
Assim,marqueaalternativacorretasobreaabordagempedagógicaresponsávelpela
elaboraçãodoconceito:“Aeducaçãofísicaéumadisciplinaquetrata,pedagogicamente,na
escola,doconhecimentodenominadoculturacorporal.Oestudodesseconhecimentovisa
apreenderaexpressãocorporalcomolinguagem.Informa,ainda,queohomemseapropriada
culturacorporaldispondosuaintencionalidadeparaolúdico,oartístico,oagonístico,o
estético,ououtros,quesãorepresentações,ideiaseconceitosproduzidospelaconsciência

Gabarito

1.C 2.D 3.C 4.C 5.D

6.C 7.A 8.D 9.D 10.A

1.ParaSinger(2002),aafirmaçãodePauloFreiredeque“ninguémensinanadaaninguém;
aprendemosjuntos”,seaplicainteiramenteàeconomiasolidária,enquantoatopedagógico
Poisparaoautor,aeconomiasolidáriaéumatopedagógicoemsimesmo,namedidaemque
propõenovapráticasocialeumentendimentonovodessaprática.Apedagogiadaeconomia
solidáriarequeracriaçãodesituaçõesemqueareciprocidadesurgeespontaneamente,assim
2.Noensinodamatemática,oprofessorpodeutilizardiversosjogosparaascriançasse
apropriaremdoconceitodenúmero.Sãojogosmatemáticosapropriadosaesseensino,
3.SobreosobjetivosdosjogosebrincadeirasnaEducaçãoInfantil,assinaleaalternativa
b)Oportunizaràcriançaformasdesolucionarproblemaspráticos,queassituaçõesdosjogose
d)Despertarnacriançaosentidodegrupo,ensinando-aaconvivercomoutrascrianças,
4.Emrelaçãoàludicidadeeaousodejogosebrinquedosnaeducaçãoescolar,assinalea
a)Osjogosderegras,segundoHenryWallon,vãopredominarapartirdosseis,seteanosde
idade,períododenominado,inicialmente,deoperatórioconcreto(dosseteaosdozeanos)e,
b)EnquantoFreudesteveatentomaisaosprocessosemocionaistrabalhadospelobrinquedoe
pelojogo,Piagetestevemaisatentoaosaspectoscognitivostrabalhadosporessesmesmos
c)Asatividadesouosbrinquedos,segundoCiprianoLuckesi,trazememsiumsaberouuma
possibilidadequeencerrampotencialidadesquepoderãoserativadasounãoporquemos
vivencia.Assim,asatividadeslúdicassópodemtercomosuporteobjetoscomunsdeuso
d)JeanPiagetcompreendeuqueobrinquedoéocaminhorealparaoinconscientedacriança,
assimcomoosonhoéocaminhorealparaoinconscientedoadulto,ouseja,aexperiênciado
brincartemseuladointerno,queseexpressanoexterno.AmetadePiaget,comosabemos,foi
desvendarecompreenderasoperaçõesdoinconscienteatravésdesuasmanifestações
criançasvãoconstruindopoucoapoucoosconceitosmatemáticos.”Sãocaracterísticasdos
c)Funcionarcomoinstrumentorecreativo,desenvolvendoumaatitudepassivadosalunos
d)Estimuladordacuriosidade,daautoconfiança,possibilitandoodesenvolvimentoda
6.Umaspectorelevantenosjogoséodesafiogenuínoqueelesprovocamnoaluno,quegera
prazereinteresse.Porisso,éimportantequeosjogosfaçampartedaculturaescolar,cabendo
a)levarascriançasalidarcomsímbolos,apensarporanalogia,pormeiodeexercícios
c)analisareavaliarapotencialidadeeducativadosdiferentesjogoseoaspectocurricularque
e)utilizaratabuadaparaqueosalunospossamjogareentenderqueamatemáticaéumavia
7.ConformeCraidy,acriançacolocaemaçãosuainteligênciapráticaatravésdeordenações
sobreosobjetos.Paratanto,elaseutilizadejogosquesãoresponsáveisporinúmeras
aquisições,comoaclassificação,aseriação,oequilíbrio,etc.Dessemodo,qualonomedos
9.Numareuniãopedagógica,osprofessoresdiscutiramcomotemaautilizaçãodejogosno
processoensinoaprendizagem.AoexporasexperiênciascomatemáticaaprofessoraAna
afirmouqueousodosjogosnoensinodealgunsconteúdosvinhaapresentandobons
experiênciasocializadapelaprofessoraAnaindicaqueousodejogosnoprocessoeducativo
a)osjogostêmfunçãodelazerenaescolamelhorseadequamcomoauxiliaresaotrabalho
b)osjogosebrinquedosnuncaforamaceitosnasescolas,dadaafunçãosocialdessa
c)osjogosebrinquedossãopráticasculturaisquenãoprecisamseraceitasnasescolas,pois
d)osbrinquedospodemestarintegradosaoensino,umavezquesãoauxiliareseintegrados

http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

1.E 2.B 3.A 4.B 5.C 6.C

7.A 8.A 9.D 10.D

Comentários