2 Respostas

  • Ivanethe Carvalho Ivanetherow

    ELEVAÇÃO DE TENSÃO: É a forma inversa a um afundamento de tensão, tendo um aumento na
    tensão de CA com uma duração de 0,5 ciclos a 1 minuto. Elevações de tensão usualmente resultam de
    conexões neutras de alta impedância, reduções repentinas de carga (especialmente de carga alta) e falha
    monofásica sobre um sistema trifásico.

    OBS.:O resultados podem ser erros de dados, oscilação de luzes, degradação de contatos elétricos, dano a
    semicondutores em equipamentos eletrônicos e degradação do isolamento. Os condicionadores de linha de
    fornecimento, os sistemas UPS e os transformadores de “controle” ferroressonante são soluções comuns.

    AFUNDAMENTO DE TENSÃO: ) é uma redução da tensão de CA a uma freqüência dada com uma
    duração de 0,5 ciclos a 1 minuto. Os afundamentos de tensão costumam ser provocados por falhas do sistema,
    e freqüentemente também são o resultado de cargas ligadas com altas correntes de partida.
    As causas freqüentes dos afundamentos de tensão incluem a ligação de grandes cargas (como a que é
    possível ver quando uma unidade grande de ar condicionado é ativada pela primeira vez) e a liberação remota
    de falhas pelos equipamentos da rede elétrica. Em forma similar, a partida de grandes motores dentro de uma
    unidade industrial pode acarretar uma queda significativa da tensão (afundamento de tensão). Um motor pode
    consumir seis vezes sua corrente operacional normal, ou mais, no momento da partida. A criação de uma
    grande carga elétrica repentina como esta com certeza causará uma queda significativa de tensão no resto do
    circuito no qual reside.

    Bom respondendo sua pergunta a elevação é prejudicial porque as condições de sobretensão podem criar um consumo de alta corrente e provocar o disparo desnecessário dos disjuntores de downstream, além de sobreaquecimento e tensão dos equipamentos.bjsss

  • Espedito de Morais Espeditorow

    Quando a elevação atinge ou até mesmo ultrapassa os limites máximos de tolerância da carga a qual ela esta sendo aplicada e/ou dos condutores. Dependendo dos valores de elevação e do tempo de duração da elevação, os danos por ela causados podem variar de uma simples avaria na carga até danos de grandes proporções tais como incêndios. Enquanto que a queda de tensão é menos danosa pois apesar de causar inicialmente uma elevação brusca de corrente para tentar manter a carga, ela geralmente é interrompida pelo desligamento ou rompimento dos dispositivos de proteção que na maioria dos casos são dimensionados e escolhidos para atuarem em casos de sobrecorrente ao passo que as proteções por sobretensão ainda são pouco utilizadas. Geralmente as cargas mais afetadas por uma redução de tensão são as cargas indutivas e mais especificamente os motores eletricos de Tensão Alternada alimentados por comandos convencionais ou ligados diretamente a rede como um ventilador ou uma geladeira por exemplo. Em casos de variações "constantes" porem de curta duração, ambas são prejudiciais mas causam danos de menor intensidade que quase sempre se limitam a equipamentos mais sensiveis ou que já estejam trabalhando em seus limites. Espero ter contribuido.