1 Resposta

  • Renato Neubert de Souza Renatorow

    A margem para arbítrio de regulagens nos modernos veículos de injeção eletrônica é praticamente zero, tanto que os mecânicos basicamente se ocupam de verificar se o veículo está nas condições originais recomendadas por fábrica.

    Que regulagem é possível de ser feita no seu carro? Não me ocorre nada. Dá para conferir se o seu avanço do ângulo de ignição está correto (se está "no ponto") e verificar a pressão de trabalho da bomba de combustível. Nos meus carros eu costumo usar Molykote no motor, câmbio e diferencial quando existe (normalmente câmbio e diferencial é um conjunto só), e costumo substituir o escapamento original por um esportivo, um pouco mais barulhento, porém com uma exaustão de gases mais facilitada, que muitas vezes evita que as velas carbonizem, efeito comum em veículos movidos a gasolina.

    Para efetivamente alterar os parâmetros de trabalho do seu motor somente através do módulo de injeção, onde reside a inteligência eletrônica do sistema, conhecida pelo nome de software. Contra recomendo enfaticamente, até porque o módulo de injeção é um componente de altíssimo custo. Uma aventura de altíssimo risco com possibilidades mínimas de êxito, sem contar a imensa dificuldade de encontrar um profissional competente e suficientemente instrumentado capaz de levá-la a cabo.

    Se vc está mesmo determinado, procure em oficinas esportivas os conselhos de quem lida com automobilismo de competição.